5 out 2016 - 21h27

Finalmente!

Finalmente, a primeira vitória contra a Chapecoense nessa temporada veio. Depois de três empates, um pelo Campeonato Brasileiro e dois pela Copa do Brasil, o Furacão venceu a sina contra os catarinenses e aplicou um placar de 3 a 1, dentro da Arena, nesta quarta-feira (05), pela 29ª rodada do Brasileiro. Os gols atleticanos foram marcados por Hernani, no primeiro tempo, e por Pablo e Matheus Rosseto, na segunda etapa. A Chape descontou com Filipe Machado, na primeira etapa. Com o resultado, o Rubro-negro soma 45 pontos na tabela, na sexta posição, e assegura uma vaga no novo G6, que garante vaga na Libertadores. O próximo jogo é na quinta-feira (13), contra o Grêmio, na Arena do Grêmio, às 21h00.

O Atlético começou o jogo pressionando e por pouco não abriu o placar nos primeiros minutos. Logos aos três minutos, Lucas Fernandes escapou pela direita e cruzou na medida para Lucho González. Dentro da área, o argentino cabeceou com força, mas Danilo fez boa defesa. O ímpeto do Furacão parou quando, aos 17 minutos, em uma jogada ensaiada de escanteio, a Chape marcou. Dener bateu rasteiro e Cleber Santana chutou de primeira. A bola acabou batendo em um defensor do Furacão e sobrou no pé esquerdo de Filipe Machado, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol. O Atlético tentou recuperar o domínio da partida e, já ao fim da primeira etapa, conseguiu furar o bloqueio da Chape. Lucas Fernandes foi derrubado por Dener, dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Hernani cobrou e colocou no canto oposto ao de Danilo, para igualar o marcador.

No segundo tempo, o Atlético foi dominante. Dono da posse de bola, o Furacão tentou pressionar os catarinenses, mas não conseguia converter o volume de jogo em gols, ou ao menos em lances perigosos. No final do jogo, porém, o Rubro-negro conseguiu furar o bloqueio do adversário e decretar sua primeira vitória contra a Chapecoense na temporada. Aos 38 minutos, após cobrança de escanteio, Pablo subiu mais alto que todo mundo, no meio da área e cabeceou firme, sem chances para Danilo. Quatro minutos depois, aos 42 minutos, Lucas Fernandes, que já havia infernizado a zaga catarinense durante toda a partida, fez boa jogada, mas foi desarmado. Matheus Rosseto, que vinha logo atrás, emendou um chute na sobra do lance e marcou um golaço, do meio da rua, o seu primeiro com a camisa do Furacão, decretando o placar de 3 a 1.

DESTAQUE POSITIVO: Lucas Fernandes. Apesar de não ter feito nenhum gol, o atleta teve participação em dois gols e infernizou a zaga da Chape.

OS GOLS

Chapecoense – 17’1º – Filipe Machado – Dener cobrou escanteio rasteiro e Cleber Santana chutou de primeira. A bola bateu no zagueiro e sobrou para Filipe Machado que, de primeira, marcou.
Atlético – 41’1º – Hernani – O jogador cobrou pênalti sofrido por Lucas Fernandes, no canto esquerdo de Danilo, sem chances para o goleiro.
Atlético – 38’2º – Pablo – O atacante aproveitou cobrança de escanteio e subiu livre para marcar, de cabeça.
Atlético – 41’1º – Matheus Rosseto – Após boa jogada de Lucas Fernandes, o jogador só teve o trabalho de pegar o rebote e marcar o terceiro gol do jogo.

PRÓXIMOS JOGOS: Grêmio (fora), Coritiba (casa) e América (fora).

%ficha=1211%



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…