16 out 2016 - 19h11

Quem manda nessa cidade sou eu!

O último Atletiba do ano terminou com vitória do Atlético, por 2 a 0. Em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Capanema, com um público de sete mil pessoas, o Furacão foi dominante durante toda a partida e garantiu a vitória sobre o Coritiba, atingindo 48 pontos na tabela de classificação. Com o resultado, o Furacão atinge a sexta posição na tabela e volta ao G6 classificatório para a Libertadores. O próximo compromisso, pelo Brasileiro, é na próxima segunda-feira (24), quando o Furacão enfrenta o América-MG, às 21h00, no Estádio Independência.

Já nos primeiros minutos da primeira etapa, o Atlético adiantou sua marcação e buscava roubar a bola do Coritiba ainda em sua defesa. O rival, por sua vez, procurava tocar a bola e envolver o Furacão, mas sem conseguir ultrapassar a zaga atleticana. À medida que o jogo foi desenvolvendo, o Atlético conseguiu retomar a posse de bola e construir jogadas, principalmente pelos lados do campo, com Pablo e Lucas Fernandes. Aos 20 minutos, Pablo foi acionado pelo lado direto e, na visão do árbitro, evitou que a bola saísse pela linha de fundo para cruzar para o meio, rasteiro. Hernani recebeu, mas, atrasado para concluir ao gol, acabou tocando para Matheus Rosseto. O meia atleticano teve toda a calma para receber, de frente para o gol e acertar um belo chute de fora da área, no ângulo direito de Wilson, sem chances de defesa. Aos 22 minutos, o Coritiba tentou responder com Raphael Veiga, que driblou dois marcadores e chutou, de fora da área, mas Weverton defendeu. Aos 25 minutos, João Paulo cobrou falta de longe e acertou o canto direito de Weverton, que fez nova defesa. O Atlético ainda voltou a ter volume de jogo no final da primeira etapa, mas sem grandes chances e voltou ao vestiário com a vantagem no placar.

No segundo tempo, o Atlético seguiu melhor, com mais volume de jogo e oportunidades. O Coritiba, por sua vez, não conseguia encontrar espaços na defesa do Furacão e estava desorganizado em campo. Aos 16 minutos, Hernani recebeu no lado esquerdo, dentro da área e soltou uma bomba, que carimbou a trave direita de Wilson. Aos 21 minutos, Lucho serviu Lucas Fernandes, dentro da área, que bateu de canhota, de primeira, mas a bola subiu de mais e foi para fora. Aos 23 minutos o Furacão finalmente conseguiu furar o bloqueio do rival. O mesmo Lucho recebeu na entrada da área e serviu Pablo, na esquerda. Dentro da área, o atacante teve o trabalho de tirar a bola de Wilson e marcar o segundo gol da partida. A partir do segundo gol, o Coritiba se desorganizou de vez e não conseguiu mais levar perigo ao Atlético. Já o Rubro-negro, administrou o placar e não se lançou com ímpeto ao ataque, garantindo o resultado.

DESTAQUE POSITIVO: Pablo. O atacante marcou um gol e teve participação direta no gol de Matheus Rosseto.

O GOL

Atlético – 20’1º – Matheus Rosseto – Hernani recebeu de Pablo mas, sem conseguir chegar inteiro no lance, devolveu para Matheus Rosseto. Na entrada da área, o meio campista chutou no ângulo direito de Wilson.
Atlético – 23’1º – Pablo – O jogador recebeu de Lucho González, dentro da área e deslocou Wilson para marcar o segundo gol do Furacão.

PRÓXIMOS JOGOS: América (fora), Cruzeiro (casa) e Vitória (fora).

%ficha=1213%



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…