9 fev 2017 - 0h53

Autuori alterou ordem dos cobradores no último pênalti

A classificação do Atlético para a terceira fase da Libertadores da América 2017 teve ares dramáticos e uma decisão fundamental no último momento. Pela ordem de batedores de pênaltis do Furacão, Pablo cobraria o quarto e Felipe Gedoz, o quinto.

Porém, quando o meia Maxi Nunez perdeu a quarta cobrança do Millonarios, o Atlético passou a depender de apenas um gol para avançar. Foi nessa hora que Paulo Autuori e seus auxiliares gritaram para os atletas o nome de Gedoz, mandando que ele antecipasse sua cobrança. Pablo, que seria o quarto cobrador, já estava se encaminhando para a área, mas recuou diante da ordem do banco.

Gedoz não soube explicar a razão da inversão, que acabou selando a classificação atleticana: "Eu tinha pedido para bater o quinto. Não sei o que deu que o Paulo mudou e eu acabei batendo o quarto e sendo feliz", disse.

A decisão talvez tenha vindo da confiança no camisa 10, que treinou muito as cobranças, como ele mesmo declarou à imprensa colombiana depois do jogo: "Muitos dias treinando pênaltis e, para mim, foi como se fosse num treinamento."



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…