21 fev 2017 - 9h26

Conheça o Erico Galeano, estádio do jogo desta quarta

Palco da partida decisiva entre Atlético e Deportivo Capiatá, que vale a classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores, o estádio Licenciado Erico Galeano Segovia é um dos mais novos do Paraguai. Inaugurado em 2009, tem capacidade para cerca de 15 mil pessoas e leva o nome do presidente e principal benfeitor do clube, Erico Galeano ( clique aqui e saiba mais).

Apenas 20 quilômetros da capital Assunção, a casa do Deportivo Capiatá foi inaugurada em 04 de setembro de 2008, na derrota do clube por 1 a 0 para o General Caballero, pela divisão intermediária do futebol local. Com capacidade inicial para 4.000 pessoas, naquela época levava o nome de Estádio Deportivo Capiatá e apenas em 2015 foi rebatizado com o nome do seu atual presidente.

Também em 2015 foi reestruturado, com ampliação das arquibancadas e inauguração do sistema de iluminação para sediar o Sul-Americano Sub-17, recebendo onze jogos da competição, entre eles Brasil x Paraguai e Brasil x Venezuela na primeira fase e Brasil x Uruguai na fase final – a seleção brasileira foi campeã da competição.

De dimensões pequenas, quase um alçapão com a torcida ficando bem próxima ao campo do jogo, o estádio Erico Galeano tem uma impressionante média de público – cerca de 12 mil pessoas em competições internacionais. No Clausura 2016 teve a quinta melhor média de público da competição, a maior entre os times de sua região.

Apesar de jovem, Deportivo Capiatá tem uma torcida apaixonada [foto: reprodução/D10 Paraguay]


Apesar da intensa pressão da torcida, o Capiatá tem desempenho irregular em seus domínios. Contra o Atlético, o clube disputa o sexto jogo internacional em casa: são duas vitórias, um empate e duas derrotas. Em 2014, na primeira participação do clube em uma competição internacional pela Sul-Americana, o Capiatá venceu em casa o Danúbio do Uruguai (3 a 1), empatou com o Caracas da Venezuela (1 a 1) e perdeu para o argentino Boca Juniors (1 a 0). Este ano na Libertadores, participou das duas primeiras fases da competição, vencendo o Deportivo Táchira (1 a 0) e perdendo para o Universitario (3 a 1).

Vale lembrar que para passar de fase na Libertadores, o Furacão precisa vencer por qualquer placar a partida no Lic. Erico Galeano Segovia ou então empatar com mais de quatro gols marcados (4 a 4, 5 a 5, etc.). Caso o empate por 3 a 3 se repita, a decisão da vaga vai para os pênaltis, e qualquer outro resultado dá a vaga ao Capiatá.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…