24 fev 2017 - 16h20

Procuradoria do TJD denuncia FPF, árbitros e dirigentes

A Procuradoria de Justiça Desportiva do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná ofereceu denúncia contra a FPF, árbitros e dirigentes pela confusão causada pelo cancelamento do Atletiba de 19/02/2017. A denúncia se baseia na súmula da arbitragem e nos fatos notórios ocorridos.

Além da FPF, foram denunciados os árbitros Paulo Roberto Alves Júnior, Weber Felipe Silva, Júlio César de Souza e Rafael Traci, reputados responsáveis pelo cancelamento da partida. Diz a denúncia: "O Quarteto de Arbitragem se omitiu completamente e deixou de tomar as providências que estavam ao seu alcance para que a partida fosse realizada".

Por invasão de campo, foram denunciados ainda o presidente do Atlético, Luiz Sallim Emed, o vice-presidente do Atlético, Marcio Lara, o diretor de marketing do Atlético, Mauro Holzmann, a advogada do Atlético Regina Bortoli, o vice-presidente do Coritiba, José F. de Macedo, o dirigente do Coritiba Ernesto Pedroso, o diretor de futebol do Coritiba, Alex Brasil, o supervisor de futebol do Coritiba, Rafael Zucon, e o assessor de imprensa do Coritiba, Rodrigo Weinhardt.

A Procuradoria deixou de denunciar o técnico Paulo Autuori e os dois clubes por entender que não houve nenhuma infração cometida por eles no episódio.



Últimas Notícias

Notícias|Opinião

Até o fim

No dia 10 de maio de 2005, o Athletico sofria uma das piores goleadas da história jogando dentro de seus domínios. Na Arena da Baixada,…