12 mar 2017 - 22h37

"Incomoda bastante", diz Coutinho sobre a campanha

O atacante Douglas Coutinho afirmou estar incomodado com a campanha do Furacão no Campeonato Paranaense. Com o empate sem gols, diante do Londrina neste domingo (12), a equipe soma duas derrotas, quatro empates e apenas uma vitória. Na tabela de classificação, o Atlético ocupa a 10ª posição, com sete pontos.

"Incomoda bastante, por todos os jogadores serem jovens e estarmos querendo buscar um espaço na equipe principal. Não só eu, mas todos vemos o campeonato estadual como uma oportunidade de chegar à equipe principal, de estar na Libertadores. Então, acho que nenhum de nós entra em campo relaxado. Infelizmente, o resultado não está vindo, chega a incomodar bastante, cada jogo é uma frustração, a gente fica triste. Mas a gente não pode se abalar com isso, tem que aproveitar que dá tempo ainda e dar a volta por cima. É só ter uma sequência de vitórias que tudo vai mudando naturalmente", explicou Coutinho.

Contra o Tubarão, o Atlético não teve grandes oportunidades de gol. Mas, segundo Coutinho, o time precisa apenas ajustar alguns detalhes para conseguir uma sequência positiva.

"Jogamos para buscar o resultado positivo. Infelizmente, não veio. Buscamos o gol no final do jogo. São pequenos detalhes que temos que ver, para não sair com resultados negativos dentro de casa. Para mim, um empate em casa é ruim. Mas o time se entregou. São pequenas coisas para serem ajustados, ainda mais que nosso time é jovem e até o próximo jogo, estaremos bem", afirmou.

O Furacão volta a campo na quarta-feira (15), às 19h30, diante do San Lorenzo, da Argentina, pelo Grupo 4 da Libertadores. O próximo compromisso pelo Estadual será contra o Cascavel, sábado (18), às 16h, na Arena da Baixada.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…