14 mar 2017 - 10h58

Federação é condenada no TJD pelo Atletiba que não houve

A Federação Paranaense de Futebol (FPF) foi condenada em julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR), iniciado na noite dessa segunda-feira (dia 13) e encerrado na madrugada de terça-feira (14). A FPF foi punida com multa de R$ 20 mil por suspender o Atletiba de 19 de fevereiro.

A procuradoria do TJD denunciou a FPF, o quarteto de arbitragem do Atletiba e 14 dirigentes e profissionais de Coritiba e Atlético que estiveram no gramado da Arena da Baixada naquela data. Só a Federação acabou punida. Os demais foram absolvidos.

O dinheiro da multa – R$ 20 mil – será destinado ao Hospital Pequeno Príncipe.

Em 19 de fevereiro, o Atletiba na Arena da Baixada teria transmissão pelo Youtube e pelo Facebook dos clubes. O árbitro Paulo Roberto Alves Júnior não autorizou o início do partida, alegando que 12 profissionais não credenciados estavam na beira do gramado.

Em um vídeo, o quarto árbitro Rafael Traci afirmou que o jogo só começaria se a transmissão via internet fosse cancelada. No julgamento dessa segunda-feira, porém, Traci negou que tenha recebido esta orientação do presidente da Federação, Hélio Cury.

Depois do cancelamento do jogo em 19 de fevereiro, a Federação acabou marcando um novo Atletiba para 1º de março – o Atlético venceu por 2 a 0.



Últimas Notícias

Notícias|Opinião

Até o fim

No dia 10 de maio de 2005, o Athletico sofria uma das piores goleadas da história jogando dentro de seus domínios. Na Arena da Baixada,…