17 abr 2017 - 11h15

Treinador Adilson Batista frequenta jogos do Furacão

O treinador e ex-zagueiro atleticano Adilson Batista é figura fácil nos jogos rubro-negro na Arena da Baixada. Criado nas categorias de base do clube, Adilson nunca negou sua torcida e forte identificação com o Atlético.

Costumeiramente vestido à caráter, o "Pezão" como era conhecido, circula com tranquilidade entre os torcedores, respondendo com simpatia ao assédio dos atleticanos de todas as idades.

CARREIRA VITORIOSA

Adilson Batista é paranaense de Adrianópolis e surgiu numa época em que a falta de estrutura do clube dificultava a formação de jogadores na base. Sua boa estatura aliada à boa técnica e força física fizeram com que se destacasse e que logo no início da carreira profissional fosse campeão paranaense com o Atlético em 1988 diante do Pinheiros.

Depois o zagueiro foi vendido ao Cruzeiro, passou pelo Internacional e Atlético Mineiro, mas teve destaque sendo uma das lideranças do Grêmio em temporadas onde o clube gaúcho conquistou diversos títulos como o bi estadual em 95/96, o Brasileiro e a Recopa Sul-Americana de 1996 e sua grande conquista, a Libertadores de 1995, quando ficou conhecido como "Capitão América."

Antes de encerrar a carreira no Corinthians, ainda jogou por duas temporadas no futebol japonês antes de se tornar treinador.

COMO TREINADOR

Adilson Batista resolveu estudar e ser treinador de futebol após pendurar as chuteiras. Seu primeiro clube foi o Mogi Mirim de São Paulo. Adilson dirigiu algumas das principais equipes do Brasil como Cruzeiro, Corinthians, Grêmio, São Paulo, Santos e o Atlético Paranaense, onde infelizmente os resultados foram ruins no ano de 2011.

O treinador teve destaque ainda no Figueirense e seu último clube foi o Joinville.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…