23 abr 2017 - 18h10

Rumo ao Bicampeonato!

Foi sofrido e com alguns sustos, mas o Atlético garantiu a vaga para mais uma final do Campeonato Paranaense, jogando com o time reserva. O Furacão perdeu por 2 a 1 para o Londrina no tempo regulamentar, com gols de Paulo Rangel e Celsinho, do Tubarão, e Renan Paulino, para o Atlético. Com o empate em 3 a 3 no tempo agregado, o jogo foi aos pênaltis e o Atlético venceu por 5 a 3. Agora, o Furacão decide o torneio contra o Coritiba, na final, no próximo fim de semana, na Arena. Antes disso, o time encara o Flamengo, na quarta-feira (26), pela Libertadores.

Com o já conhecido time reserva, era natural que o Atlético iniciasse o jogo dominado pelo adversário, uma vez que a equipe alternativa nunca deu mostras de que poderia convencer a torcida no torneio. O Tubarão dominou o primeiro tempo e criou algumas chances de gol, mas também esbarrava nas próprias limitações de sua equipe. A primeira oportunidade veio aos 27 minutos, quando Paulo Rangel cabeceou e Santos espalmou para a linha de fundo. Já aos 29 minutos, Yaya acertou na trave após cruzamento de Celsinho. Foi aos 39 minutos que o Tubarão abriu o placar, após nova jogada aérea. Desta vez, Paulo Rangel recebeu de Celsinho pelo alto e não desperdiçou, cabeceando para o fundo das redes atleticanas. O Atlético não chegou com perigo nenhuma vez e só assistiu aos ataques adversários na primeira etapa.

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro e o Londrina marcou o segundo logo aos sete minutos, com Celsinho. O jogador invadiu a área pela direita e chutou cruzado, para o fundo das redes e a vantagem construída em Curitiba já estava superada a essa altura. E nem o resultado adverso fez com que o Rubro-negro tomasse a iniciativa para igualar o marcador do jogo da ida. O Londrina seguiu no ataque e, quando estava com a bola, o Furacão não conseguia levar perigo. Aos 35 minutos de jogo, quando tudo parecia terminar em uma eliminação do Atlético, o meia Renan Paulino recebeu de Luis Henrique na área e marcou, igualando o placar do jogo de ida. O árbitro decretou o fim do tempo regulamentar e a partida foi para os pênaltis.

Nas penalidades, todo os jogadores do Atlético tiveram êxito. O jogador Rafael Gava errou a quarta cobrança do Tubarão e no fim, o Atlético terminou classificado.

1 x 0 – 39’/1º: Paulo Rangel – Celsinho cruzou e atacante completou de cabeça para o fundo do gol.
2 x 0 – 07’/2º: Celsinho – O meia venceu disputa de bola na direita e chutou cruzado para ampliar.
2 x 1 – 29’/2º: Renan Paulino – O meia completou para o gol após um dos poucos contra-ataques que o Furacão teve na partida.

PRÓXIMOS JOGOS: Flamengo (casa), Coritiba (casa) e San Lorenzo (casa).

%ficha=1242%



Últimas Notícias

Notícias

De novo a dupla Fla x Flu

Há jogos que mesmo não sendo decisivos acabam sendo marcantes. Lógico que uma final, uma partida que valha vaga para uma fase aguda de uma…

Notícias

Adeus, professor Vadão

Hoje (25) à tarde faleceu Oswaldo Alvarez, o Vadão, que estava internado tratando um câncer no fígado. A notícia vem logo após um domingo nostálgico…

Memória

2002 COM MUITA PAZ

Na tarde do dia 23 de Dezembro de 2001, o Furacão conquistava o seu primeiro título nacional! A partida final, em São Caetano do Sul,…