30 abr 2017 - 18h17

Pesadelo!

Talvez nem o mais pessimista dos atleticanos conseguisse imaginar em um cenário tão deprimente quanto o do Atletiba deste domingo. O Atlético perdeu por 3 a 0 para o rival, que marcou com Werley, Iago e Kléber. O Furacão não levou perigo ao adversário, não fez absolutamente nada o jogo inteiro e frustrou a otimista torcida que compareceu na Arena. Agora, o time se concentra para a Libertadores, na quarta-feira, contra o San Lorenzo, junto de uma enorme ressaca. A partida de volta é domingo que vem, no Couto Pereira.

Logo aos três minutos da primeira etapa o Atlético teve uma chance clara, após um contra-ataque. Grafite recebeu na área e ajeitou para Rosseto, que, de primeira, acertou o travessão de Wilson. No entanto, o Rubro-negro não conseguiu controlar a posse de bola e viu o rival inverter o jogo várias vezes e buscar perigo com bolas alçadas na área. Aos 15 minutos, o Coritiba cobrou falta na área, Werley subiu mais alto que todo mundo, a defesa não acompanhou e ele cabeceou no canto de Weverton. O rival se recolheu após o gol e explorou os contra-ataques, enquanto o Atlético se lançou ao ataque. Aos 28 minutos, quase Grafite abriu o placar após toque de Sidcley dentro da área, mas a bola explodiu na marcação. Aos 31 minutos, o Atlético tomou mais um revés. O meia Iago, depois de disputa dentro da área, chutou cruzado com Weverton quase fora do gol e encobriu o goleiro. O Furacão não conseguiu reagir, parou na marcação do adversário e foi para o intervalo com uma enorme frustração.

Aos seis minutos o Atlético teve sua primeira chance no segundo tempo. Rosseto serviu Gedoz. Que bateu cruzou dentro da área, mas Wilson defendeu. Logo depois, Kléber ganhou disputa dentro da área do Atlético e marcou o terceiro do rival. Aos 22 minutos de jogo, o Atlético perdeu Felipe Gedoz, que tomou o segundo amarelo na partida, sendo que o primeiro, por simulação, foi questionável. Depois disso, o rival passou a tocar a bola, e o Furacão, com um a menos, não conseguiu fazer nada. Um verdadeiro show de horrores para qualquer atleticano. Depois de todo esse tempo, mais do mesmo: Atlético sem poder de reação, rival em situação confortável se defendendo. Uma tarde para se esquecer, mas para vingar no próximo domingo.

DESTAQUE NEGATIVO: Todo o time atleticano e sua falta de vontade. A pior partida do ano, vinda de uma equipe que, até então, só tinha trazido otimismo ao torcedor na temporada.

0 x 1 – 15’/1º: Werley – Depois de cobrança de falta, o jogador cabeceou no canto de Weverton.
0 x 2 – 29’/1º: Iago – O meia venceu disputa de bola na área e encobriu Weverton quase na linha de escanteio.
0 x 3 – 06’/2º: Kléber – O atacante venceu disputa dentro da área após contra-ataque e anotou o terceiro.

PRÓXIMOS JOGOS: San Lorenzo (casa) e Coritiba (fora).

%ficha=1244%



Últimas Notícias

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…