14 maio 2017 - 18h01

Estreia vexatória!

VERGONHA! Com uma equipe diferente, apostando em três zagueiros, o Atlético não teve uma boa atuação e foi goleado pelo Bahia por 6 a 2 neste domingo (14), na Arena Fonte Nova, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Guilherme e Marcão marcaram os gols do Rubro-Negro. Tiago, Régis, duas vezes, Zé Rafael, Edigar Junio e Edson fizeram para a equipe baiana.

A próxima partida do Furacão será contra a Universidad Católica na quarta-feira (17), às 21h45, no Chile. O Rubro-Negro precisa vencer para avançar às oitavas de final da Libertadores. Pelo Brasileirão, o time volta a campo contra o Grêmio no domingo (21), às 16h, na Arena da Baixada.

Passeio do Bahia

O Bahia passeou pelo Atlético no primeiro tempo. O time baiano começou na pressão, mas não foi efetivo nas finalizações. Já o Furacão aproveitou o primeiro ataque e marcou. Aos 14 minutos, o estreante Guilherme aproveitou cruzamento de Sidcley e fez 1 a 0. Minutos depois, o Bahia chegou ao empate com Tiago de cabeça, após cobrança de escanteio.

Mesmo com o empate, o Rubro-Negro teve reação e marcou novamente. Marcão aproveitou cobrança de falta de Guilherme e chutou duas vezes para colocar o time mais uma vez a frente do placar, 2 a 0. Porém, depois do gol, o Furacão sofreu um apagão e o Bahia passeou sobre a zaga atleticana. Zé Rafael empatou, Régis virou, Edigar Junio ampliou e Régis, novamente, fechou o marcador em 5 a 2 na primeira etapa.

Na volta dos vestiários, o Bahia diminuiu o ritmo, mas seguiu com o domínio. Aos 26 minutos, Edson, livre na pequena área, fez mais um: 6 a 2. O novo placar vergonhoso fez o Atlético acumular 12 gols sofridos em cinco partidas.

DESTAQUE NEGATIVO: Defesa arruinada. O ponto forte em 2016, se ruiu. Após cinco jogos, o time sofreu 12 gols. E Cleberson? Não dá!

DESTAQUE POSITIVO: Difícil escolher algo positivo nesta partida. Mas o meia Guilherme fez um bom primeiro tempo, marcou um gol e deu uma assistência.

0 x 1 – 14’/1º: Guilherme – Sidcley cruzou na área e o meia completou no canto esquerdo.
1 x 1 – 32’/1º: Tiago – Após escanteio, o zagueiro subiu mais que a zaga no primeiro pau e empatou.
1 x 2 – 36’/1º: Marcão – O zagueiro aproveitou cruzamento de Guilherme, após cobrança de falta, e chutou duas vezes para balançar as redes.
2 x 2 – 39’/1º: Zé Rafael – Meia driblou três zagueiros e bateu por cima de Weverton.
3 x 2 – 42’/1º: Régis – O atacante recebeu na entrada da área e bateu no canto direito, sem chances para o goleiro atleticano.
4 x 2 – 44’/1º: Edigar Junio – Após contra-ataque, o atacante driblou Cleberson e bateu firme no canto.
5 x 2 – 46’/1º: Régis – O atacante recebeu passe de Zé Rafael e bateu por cobertura.
6 x 2 – 26’/1º: Edson – Allione cruzou, a bola bateu em Diego Rosa e Edson aproveitou a sobre para fechar o placar.

PRÓXIMOS JOGOS: Universidad Católica (fora) e Grêmio (casa).

%ficha=1247%



Últimas Notícias

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…