18 maio 2017 - 1h34

Jogadores comemoram classificação: "Grupo sai fortalecido"

Os jogadores do Atlético admitiram que, mesmo com os resultados ruins do últimos jogos, o time estava fechado, confiava em uma vitória e na classificação fora de casa. O Furacão chegou às oitavas de final da Libertadores após um partida emocionante, na qual a vitória diante da Universidad Católica por 3 a 2 veio nos minutos finais.

"Foi uma semana muito difícil. Muitos não acreditavam na gente, davam o Atlético como fora da Libertadores. Mas nós estávamos fechados. Eu até brinquei com os companheiros que iria acontecer de o Flamengo ficar fora, não torci contra, mas veio esse pensamento na minha cabeça. Mas graças a Deus, o mais importante foi a nossa vitória, a nossa classificação e o nosso grupo sai mais fortalecido", afirmou o lateral-direito Jonathan na saída do gramado.

O meia Nikão, que atuou durante toda a partida, afirmou que a união foi um dos motivos que foram determinantes na classificação. "Prevaleceu nossa união dentro de campo, um se doando pelo outro e, no final, deu tudo certo", disse o meia.

O atacante Eduardo da Silva, autor do primeiro gol do Furacão, acredita que depois deste jogo, o Atlético tem chances que chegar longe na competição. "Era o grupo da morte, sem favoritismo. Depois dessa grande partida de hoje, mostramos que estamos preparados para ir longe da competição", projeta o atacante.

O adversário da próxima fase será definido por meio de sorteio, ainda sem data confirmada. Os jogos das oitavas de final devem acontecer nos dias 5 de julho e 9 de agosto.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…