28 maio 2017 - 18h00

Poderia ser bem melhor!

Tudo dava a impressão de que o Atlético iria vencer a primeira no Campeonato Brasileiro, mas não foi dessa vez. O time mostrou disposição, arriscou mais, só que, mesmo assim, empatou em 1 a 1 com o Flamengo, na Arena, pela terceira rodada da competição. Os gols foram marcados por Mancuello, para o Fla, e por Thiago Heleno, pelo Furacão. O Atlético conquistou seu primeiro ponto no torneio, já que havia perdido os dois jogos anteriores. O próximo compromisso do Furacão é quarta-feira (31), às 19h30, contra o Santa Cruz, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

O Atlético começou a partida muito diferente do que nos últimos jogos. O Furacão pressionava a saída de bola do adversário, procurava fazer jogadas rápidas e procurar o gol a todo instante, diferente do estilo burocrático visto nas últimas partidas. Até mesmo o atacante Grafite, um dos mais criticados da temporada, apresentou disposição e fez bons lances. Mesmo assim, o time não conseguiu marcar e ficou no “quase” várias vezes. Aos 11 minutos, Pablo chutou na entrada da área, para fora e, aos 13 minutos, Nikão arriscou de meia distância, mas Muralha defendeu. O Flamengo aproveitou um contra-ataque e marcou, aos 24 minutos. Mancuello subiu livre na área atleticana para marcar de cabeça, furando as redes do goleiro. O Furacão insistia e, duas vezes, quase chegou ao empate com Grafite. Na primeira, aos 37 minutos, o jogador aproveitou bobeira de zaga e, frente a frente com o goleiro, na entrada da área, chutou, mas Muralha salvou. Depois, aos 40 minutos, o jogador driblou o zagueiro dentro da área, tirou o goleiro do lance, mas acertou a trave.

O Flamengo conseguiu equilibrar o jogo no início da segunda etapa, mas logo aos dez minutos o Atlético conseguiu o gol de empate. Thiago Heleno subiu de cabeça e cabeceou firme para o gol, sem chances de defesa. Depois disso, o Furacão tentou pressionar e conquistar o gol da vitória, mas esbarrou na boa atuação de Muralha. Aos 32 minutos, Coutinho venceu na corrida e saiu cara a cara com o goleiro, mas em más condições de finalizar, acabou acertando Muralha. Depois, Aos 40 minutos, Éderson fingiu que iria cruzar, mas chutou direto e quase surpreendeu o goleiro, que defendeu. Mesmo com mais presença ofensiva, boas chances criadas e uma postura mais incisiva, não foi dessa vez que o Atlético desencantou no Brasileiro.

DESTAQUE POSITIVO: A iniciativa do time. Apesar do empate, a postura da equipe foi bem diferente da equipe “burocrática” de Paulo Autuori.

OS GOLS
Flamengo – 24’/1º: Mancuello – O meio campista recebeu livre dentro da área e cabeceou para o gol. A bola acabou saindo depois devido a um furo que havia na rede.

Atlético – 10’/2º: Thiago Heleno – O zagueiro subiu mais alto após escanteio e marcou de cabeça.

PRÓXIMOS JOGOS: Santa Cruz (casa), Coritiba (fora) e Fluminense (fora).

%ficha=1250%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…