30 maio 2017 - 1h45

Após jejum de 32 dias Furacão volta a marcar na Arena

O rubro-negro paranaense precisou reencontrar o carioca para voltar a marcar um gol sob seus domínios. O gol de Thiago Heleno no domingo (28) contra o Flamengo, pela terceira rodada do campeonato brasileiro, encerrou uma seca de 32 dias do Furacão.

O Atlético não marcava um gol em casa desde o último duelo contra o próprio Flamengo. Na época, as duas equipes se enfrentaram pela Libertadores. Com gols de Thiago Heleno e Felipe Gedoz, o Furacão venceu os cariocas por 2×1, no dia 26 de abril.

A partir daí o rubro-negro paranaense viveu o seu pior momento no ano até agora. Perdeu em casa para o rival, por 3×0, na final do estadual. Depois perdeu a chance de garantir a classificação antecipada para as oitavas de final da Libertadores, sendo derrotado pelo San Lorenzo, também por 3×0. Na estreia em casa pelo brasileiro, mais uma derrota sem marcar gols, 2×0 para o Grêmio.

Apesar do momento de turbulência, a equipe rubro-negra se encontra em paz com sua torcida. O Atlético está garantido nas oitavas de final da Libertadores e só espera o sorteio para descobrir quem será o adversário. Já no brasileiro, boa parte da torcida gostou da postura do time no domingo, sob o comando do recém-chegado Eduardo Baptista.



Últimas Notícias

Opinião

Adeus ano “velho”!

  Lembro-me como se fosse hoje dos sentimentos experimentados no último Réveillon. Onde momentos antes de iniciar a contagem para receber 2019, me peguei agradecendo…

Opinião

De que são feitos os ídolos?

Quando Marco Ruben vestiu a camisa atleticana pela primeira vez, já era um ídolo rubro-negro. Simples assim. E não se trata da famosa gringolatria. Alguns…