31 maio 2017 - 22h43

Eduardo Baptista comenta o jogo e clima para o Atletiba

Em coletiva pós-jogo contra o Santa Cruz, nesta quarta-feira (31), na Arena, o recém chegado técnico Eduardo Baptista comentou sobre a nova atitude do Atlético em campo e aproveitou para adiantar o clima para o Atletiba do sábado (03), no Couto.

Segundo o treinador, esse foi mais um jogo onde o Atlético se impôs a todo momento, conseguiu marcar alto e criou situações importantes de gol importantes. Além disso, analisou que mesmo com a sequência de jogos e o desgaste, o time soube se recuperar e voltar a "agredir" o adversário.

Em campo, desde o jogo contra o Flamengo, pudemos ver uma equipe que marca mais alto. Sobre essa mudança no comportamento, o treinador disse que esse tem sido o trabalho feito no dia a dia com os jogadores e que o Atlético irá jogar mais vezes assim. "A ideia de marcar alto é tentar manter o adversário longe do seu gol. O desgaste físico é maior, então temos que encontrar o equilíbrio entre pressionar na frente e esperar um pouquinho para poder respirar, mas a intenção é pressionar, diminuir a bola cruzada na área. Mas quando não der, temos que saber marcar atrás e retomar a partida. A maioria das vezes vamos marcar em cima, quando não der vamos voltar atrás", analisou.

Eduardo disse também que quer ver mais opções de passe quando um jogador consegue trabalhar com a bola, principalmente para a frente. Segundo ele, essa mudança propiciou mais chances ao gol, além das substituições no segundo tempo darem um novo gás para a equipe.

A vitória de hoje também quebrou o jejum de vitórias na Arena e o treinador viu como uma obrigação vencer depois do empate contra o Flamengo. Apesar de alguns erros, como em duas bolas que a equipe perdeu no meio de campo e que quase resultaram em gol do Santa Cruz, Eduardo diz que eles serão corrigidos internamente para o jogo contra o Coritiba.

E falando sobre o Atletiba, o técnico acredita que a motivação não precisa ser dada aos atletas. "Quanto a um jogo desse peso, a gente nem precisa fazer muita forca para motivar. O pessoal já tá preparado. Eles gostam, é um jogo diferente, o Atletiba é um jogo especial. A partir do momento que o juiz apitou aqui, a motivação já tava no sangue", incentivou. "Vai ser um jogo difícil, não podemos levar nenhuma mágoa pra dentro de campo que só atrapalha. Vai ter a motivação, mas temos que nos organizar e jogar equilibrado. Sem levar rancor porque não ganhou e focar no resultado", finalizou.

Sobre a recuperação dos jogadores, ele já adiantou que Carlos Alberto não está treinando com o time e que provavelmente ainda será desfalque. Já Gedoz vem treinando e ganhando condição e passa a ser uma opção para o clássico. Já sobre a lesão do meia Guilherme, Eduardo analisou a situação da equipe e lamentou a perda. "Era um jogador de qualidade. É um jogador para dar um equilíbrio ofensivo, um passe diferenciado, me possibilitaria uma troca de sistema. Sem o Carlos Alberto também você fica um pouco amarrado quanto ao sistema, mas temos que procurar soluções e torcer para que ele se recupere rápido e possa voltar a nos ajudar", comentou.



Últimas Notícias

Opinião

Aha, uhu, o Maraca é nosso!!!

Toda a pessoa que se diz apaixonada por futebol deve um dia conhecer o Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã e ontem meu…

Notícias

Cadê a torcida?

As médias de público do Athletico vem diminuindo ano a ano desde a reinauguração da Baixada pós Copa do Mundo e de maneira mais forte depois…