3 jun 2017 - 17h58

Sem vitória no Brasileiro

O Atlético segue sem vencer no Campeonato Brasileiro. Desta vez, o time perdeu para o rival Coritiba por 1 a 0, na tarde deste sábado (3), no Couto Pereira, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi do zagueiro Márcio, de cabeça.

Na próxima terça-feira (6), às 20h, o Atlético volta a campo contra o Fluminense, no Maracanã, em busca da primeira vitória. O Rubro-Negro ocupa a 19ª posição, com apenas um ponto.

Tempos distintos, e derrota para o Coritiba

O Furacão dominou o primeiro tempo. Mas o Coritiba foi o primeiro a arriscar em uma falta cobrada por Tomás, que passou à direita da meta de Weverton. Depois, o Furacão teve a chance de abrir o placar com Matheus Rossetto. Também de falta, o volante obrigou Wilson a espalmar para fora.

Aos 30 minutos, foi a vez de Jonathan quase abrir o placar para o Atlético. Pela direita, o lateral cruzou em direção ao gol, Wilson desviou com a ponta dos dedos e salvou o que seria o gol do Furacão. Minutos depois, Grafite e Sidcley fizeram grande jogada, mas o lateral-esquerdo chutou para fora. A superioridade do Rubro-Negro foi nítida na etapa inicial e o time só não abriu o placar porque, em dois lances legais e nos quais o time chegaria livre frente a frente com Wilson, o bandeira deu impedimento.

Para o segundo tempo, porém, o time voltou desorganizado. O Coritiba, que não tinha conseguido jogar no primeiro tempo, voltou melhor. E, aos 16 minutos, o zagueiro Márcio abriu o placar de cabeça, após uma cobrança de falta da direita.

O técnico Eduardo Baptista tirou Nikão e Matheus Rossetto, ambos que vinham bem na partida, e colocou Douglas Coutinho e Gedoz, que não entraram bem. Apesar disso, o Atlético seguiu lutando em busca no gol de empate. Lucho González e Ederson tiveram chances, mas desperdiçaram. Com a derrota, o time segue sem vencer no Campeonato Brasileiro.

Primeiro tempo superior, mas Baptista erra nas substituições: O Atlético foi dominante na etapa inicial, mas contou com a sorte do goleiro Wilson, que salvou o Coritiba em pelo menos três chances claras. Na etapa final, porém, o técnico Eduardo Baptista prejudicou o time ao tirar Nikão e Rossetto, que eram os destaques do Atlético na partida.

Thiago Heleno segue falhando: O grande destaque do time 2016, não vem atuando firme 100%. O zagueiro Thiago Heleno novamente falhou na marcação e perdeu pelo alto no momento do gol de Márcio.

OS GOLS:
1 x 0 – 16’/2º: Márcio – Após cobrança de falta, o zagueiro subiu mais que Thiago Heleno e cabeceou sem chances para Weverton.

PRÓXIMOS JOGOS: Fluminense (fora), Santos (casa).

%ficha=1252%



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…