14 jun 2017 - 21h30

Caiu no Horto, tá morto!

Com um a menos desde o primeiro tempo, o Furacão foi heroico, segurou a pressão do Atlético-MG e venceu com um gol de Sidcley nesta quarta-feira (14), no Estádio Independência. O gol do lateral-esquerdo saiu aos 45 minutos da etapa final.

Com o resultado, o Furacão conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro e chegou a cinco pontos, mas não saiu da lanterna. No próximo sábado (17), às 16h, o Rubro-Negro enfrenta o Atlético-GO no Estádio Olímpico, em Goiânia.

Ataque contra defesa e vitória do Furacão

O Atlético começou impondo seu jogo, tocando bem a bola no campo de defesa e buscando espaços na defesa do Galo, mas sem muita ofensivamente. O Furacão foi o primeiro a arriscar, com Yago, porém a bola passou à direita. Depois, Nikão lançou Sidcley pela esquerda, ele, dentro da área e com condições de abrir o placar, teve a posição irregular marcada pelo bandeira, erroneamente.

A partir daí, o Atlético-MG cresceu em campo e passou a pressionar de todas as formas. O time chegou a abrir o placar com Robinho, mas ele estava impedido no lance e o gol foi anulado. Com maior ofensividade do adversário, o Furacão teve de ficar mais no campo de defesa e, em dois lances faltosos, Lucho González levou cartões amarelos e foi expulso. Com um a menos, o Atlético se fechou ainda mais e conseguiu ir para os vestiários com o empate.

Para o segundo tempo, o técnico Eduardo Baptista colocou Deivid no lugar de Rossetto e Douglas Coutinho na vaga de Yago. O Atlético-MG seguiu na pressão, mas foi o Furacão que quase chegou ao gol. Aos 16 minutos, Nikão cobrou escanteio e Deivid completou de cabeça, a bola bateu na trave e ficou nas mãos de Victor.

Na sequência, o Galo teve outro gol anulado. Rafael Moura completou cruzamento de Marlone, mas o meia havia recebido a bola em posição irregular. O jogo seguiu sendo ataque contra defesa, e Atlético, heroicamente, marcou o gol no final.

Aos 45 minutos, Jonathan bateu lateral, Coutinho desviou, o zagueiro Felipe Santana falhou e a bola sobrou nos pés do lateral Sidcley, que não desperdiçou e deu a vitória ao Furacão. A primeira do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro.

SISTEMA DEFENSIVO: O que vinha sendo o calvário do Furacão, funcionou contra o Galo. A entrada de Wanderson no time titular e a grande partida de Thiago Heleno fizeram a defesa do Furacão não ser vazada, mesmo com a pressão do adversário.

EXPULSÃO INFANTIL: O experiente Lucho González fez duas faltas seguidas, ambas para cartão amarelo, e foi expulso infantilmente. A expulsão prejudicou o Furacão, que teve de marcar dobrado, mas o time heroicamente conseguiu a vitória.

O GOL:
0 x 1 – 45’/2º: Sidcley – Após falha de Felipe Santana, o lateral avançou à área com a bola e bateu na saída de Victor.

PRÓXIMOS JOGOS: Atlético-GO (fora) e São Paulo (casa).

%ficha=1255%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…