21 jun 2017 - 23h38

CPF na nota?

Mais uma vez, a história se repetiu. Sem conseguir fugir do Caldeirão, o São Paulo foi novamente derrotado pelo Atlético na Arena da Baixada nesta quarta (21), em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória atleticana foi marcado por Wanderson, logo aos 3’/1º. Com o resultado, o Furacão deu um salto na tabela e deixou para trás a ZR e o próprio tricolor paulista. Mas não foi fácil, não senhor!

O Atlético começou com tudo, partindo para cima e pressionando o São Paulo. Logo aos 3’/1º, Grafite recebeu na esquerda e bateu para o gol, exigindo boa defesa do goleiro são paulino. Na cobrança do escanteio, Wanderson conseguiu dominar a bola na pequena área e bateu de esquerda para abrir o placar na Arena. Em seguida, aos 5’/1º, Nikão fez boa jogada e teve chance de ampliar, mas Renan Ribeiro defendeu duas vezes seguidas. E foi só. O Rubro-Negro recuou demais e o Tricolor saiu para o ataque e quase empatou aos 13’/1º, com Cueva, que voltou a levar perigo aos 19’/1º. Aos 27/1º, Nikão arriscou chute de longe para nova defesa de Renan Ribeiro e, um minuto depois, Cícero respondeu pelo São Paulo, mas Cueva estava em posição de impedimento. O time paulistano ainda levou perigo aos 39’/1º, com Jucilei, que chutou forte mas Thiago Heleno desviou. Aos 42’/1º, Lucas Pratto tentou de cabeça, mas mandou para fora. E a melhor chance do Atlético ampliar o placar saiu aos 43’/1º, quando Lugano recuou bisonhamente no contrapé do goleiro, que só ficou torcendo e viu a bola sair pela linha de fundo. Aos 45’/1º, Lugano aproveitou cruzamento da direita e cabeceou para fora.

No começo da segunda etapa, o Rubro-Negro tentou incendiar novamente o Caldeirão. Antes do primeiro minuto, Carlos Alberto arriscou o chute, mas Renan defendeu bem. Pouco depois, Grafite acertou a trave, mas em posição irregular. Respondendo pelo São Paulo, aos 2’/2º Denilson bateu para o gol e Weverton defendeu. Em seguida, aos 4’/2º, Douglas Coutinho finalizou e Renan defendeu. Depois disso, só deu São Paulo. O time de Rogério Ceni se lançou ao ataque em busca do empate, mas esbarrou na ótima atuação da defesa atleticana. Aos 14’/2º, Cueva fez boa jogada pela direita, mas tentou finalizar "de cavadinha" e facilitou a defesa de Weverton. E o tricolor paulista seguiu pressionando, mas sem muita efetividade. A melhor chance atleticana de ampliar saiu aos 30’/2º, quando Jonathan arriscou de longe e viu a bola passar muito perto. Mas ficou mesmo no 1 a 0, vitória importante para o Atlético que, além de manter o tabu e a freguesia são paulina, deixou a zona do rebaixamento e o tricolor paulista para trás.

SENHOR WANDERSON: Além de dar mais consistência à defesa atleticana, o zagueiro Wanderson ajudou o Atlético marcando o gol da vitória sobre o freguês São Paulo. Seu Wanderson!

GRAFITE DURO: Mais uma vez, o atacante Grafite jogou muito mal e passou em branco, mesmo tendo boas chances de marcar. O jogador não consegue repetir no Atlético o bom desempenho que teve na temporada passada, quando defendeu o Santa Cruz.

O GOL DA VITÓRIA
1×0 – 3’/1º: Wanderson – Após cobrança de escanteio, Wanderson erra a cabeçada, mas consegue dominar a bola e completa de pé esquerdo para o fundo das redes.

PRÓXIMOS JOGOS: Vitória (casa / Brasileiro); Grêmio (fora / Copa do Brasil) e Sport (fora / Brasileiro).

%ficha=1257%



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…