13 ago 2017 - 21h15

G6, cheguei!

Na semana em que lamentou a eliminação na Libertadores da América, nas oitavas de final para o Santos, o torcedor atleticano tem indícios de que voltar à competição continental em 2018 pode sim ser uma realidade. Neste domingo (13) de Dia dos Pais, o Furacão virou sobre o Bahia e venceu por 4 a 1, na Arena da Baixada, chegando aos 29 pontos e ocupando a 6ª colocação na tabela de classificação. Vale lembrar que do 1º ao 4º colocado no Brasileiro garante vaga para a fase de grupos, enquanto o 5º e o 6º colocados disputam a pré-Libertadores.

Nikão, Thiago Heleno, Éder (contra) e Sidcley marcaram para o Rubro-Negro, depois que Mendoza abriu o placar para o tricolor baiano. Nikão foi o nome do jogo, marcando um gol e participando de outros dois na goleada atleticana na Arena.

Em campo, o Atlético fez um primeiro tempo ruim, inclusive recebendo vaias do torcedor. Apostando na velocidade de Lucas Fernandes e Ribamar, o Furacão foi pouco efetivo e via o Bahia levar perigo com Rodrigão e Mendoza. O colombiano abriu o marcador completando um cruzamento do ex-atleticano Eduardo, que a bola bateu na trave antes de entrar. Depois do susto, o Atlético se organizou no gramado e chegou ao empate pouco depois, na cobrança de pênalti de Nikão, após desvio da bola com a mão por Matheus Reis.

A partida voltou movimentada no segundo tempo, com Jean fazendo duas boas defesas na sequência após cobrança de falta de Fabrício e conclusão de Lucas Fernandes e o Bahia respondendo com o cabeceio de Tiago no travessão. Depois só deu Furacão: aos 6 minutos, Thiago Heleno concluiu cobrança de falta de Guilherme e virou o jogo. Aos 13’, Éder tentou cortar o cruzamento de Nikão para Ribamar e mandou para o fundo das redes, marcando contra. E no finalzinho, aos 41’, Sidcley aproveitou a sobra do goleiro para fechar a goleada.

Agora, o Atlético tentará se manter na área de classificação para a Libertadores com dois compromissos fora de casa: enfrenta o Grêmio no próximo domingo (20), às 11h, e no dia 27 joga com o Flamengo, no Rio de Janeiro. A próxima partida na Arena será daqui quase um mês, no dia 10 de setembro, no clássico Atletiba.

GOLS
0x1 – 20’/1º: Mendoza – O ex-atleticano Eduardo fez o cruzamento na área, Rodrigão desviou de cabeça e a bola sobrou para Mendoza chutar de primeira, a bola bater na trave e vencer o goleiro Weverton.

1×1 – 24’/1 º: Nikão – Matheus Reis disputou a bola pelo alto com Lucas Fernandes e colocou a mão na bola. Pênalti que Nikão cobrou bem, deslocou do goleiro Jean e empatou o jogo na Arena.

2×1 – 6’/2º: Thiago Heleno – Guilherme cobrou falta na área e Thiago Heleno desviou de cabeça para virar o marcador.

3×1 – 13’/2º: Éder (contra) – Nikão cruzou a bola na área e Éder tentou fazer o corte antes da bola chegar em Ribamar, mas mandou contra a própria meta e fez o terceiro do Atlético.

4×1 – 41’/2º: Sidcley – Nikão aproveitou a bobeada da defesa do Bahia e cruzou na área, Ribamar tentou a finalização e no rebote, Sidcley fechou o placar na Arena.

%ficha=1272%



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…