4 out 2017 - 20h02

Movimento pede convocação de Assembleia Geral

Um grupo de torcedores e sócios do Atlético está se mobilizando para solicitar a convocação de uma Assembleia Geral de Sócios, com a finalidade de deliberar sobre pontos como inserção das cores rubro-negras tanto na área interna quanto externa da Arena, criação de um plano de sócios e ingressos populares para os jogos do Atlético, proibição da locação do estádio para qualquer evento em data que conflite com jogos com mando do Furacão e liberação dos adereços das torcidas organizadas.

Para conseguir a convocação da Assembleia contra o que considera “medidas de desprestígio e desestímulo” adotadas pela atual direção atleticana, o grupo, liderado pelo Movimento Atlético de Novo, chapa derrotada na última eleição, convoca os sócios do Atlético a assinarem o documento de solicitação da Assembleia. Segundo o movimento, são necessárias pelo menos 3.000 assinaturas de sócios para que a ação possa prosseguir dentro dos termos estatutários do Atlético.

No texto de convocação, o movimento cita itens como o relacionamento do clube com os torcedores, sócios ou não, e a falta de investimentos e priorização ao futebol atleticano como causas da insatisfação de grande parte da torcida. “O desrespeito pelo torcedor é incompreensível! E o já conhecido descaso com o futebol, atividade que deveria ser o fim último do Atlético Paranaense, revela-se cada vez mais evidente. A falta de entusiasmo que as irresponsáveis medidas da direção geram na torcida e os prejuízos daí decorrentes para o próprio Clube são inadmissíveis. Há circunstâncias que precisam ser imediatamente revistas, para o bem do Atlético que todos nós conhecemos”, diz o grupo.

A pauta da Assembleia inclui os seguintes pontos: “adoção de planos de sócios e ingressos populares; impedimento definitivo da realização de qualquer evento no Estádio Joaquim Américo em data que conflite com jogos em que o Atlético Paranaense figure como mandante; realização de adequação do Estádio para as cores do clube de todas as formas possíveis, incluindo cadeiras e toda sua estrutura; adequação da biometria permitindo que os sócios possam dispor livremente de seus assentos, afastando-se toda e qualquer limitação; liberação de todos os adereços e instrumentos das torcidas organizadas (bandeiras, faixas e bateria); análise da atuação equivocada da Câmera de Ética do Clube; e apresentação em até 10 dias da real situação das contas pós Copa do Mundo”.

As assinaturas estão sendo coletadas nos seguintes pontos:

Arena Bar – Rua Brigadeiro Franco (nº 3003), no bairro Água Verde. De segunda a sexta, das 11h30 às 14h30; de terça a sexta, das 18h às 23h30; e aos sábados, das 12h às 23h.
Torcida Os Fanáticos – Rua Doutor Pedro Augusto Mena Barreto Monclaro (nº 571), no bairro Água Verde. De terça a sábado, das 13h às 18h.

Clique aqui e confira mais informações sobre o Movimento e as reivindicações para a Assembleia Geral de Sócios.



Últimas Notícias

Opinião

A iminência

Já se sentiram na iminência de algo que poderia mudar suas vidas para sempre? Eu senti, recentemente, de uma maneira assustadora. Viagem de carro numa…

Fala, Atleticano

Generosidade?

Uma busca rápida no mais simples dicionário permite apurar que o conceito de “generosidade” remete à ideia de gentileza; de adoção de uma prática nobre…