11 out 2017 - 23h16

"É o futebol", diz Fabiano Soares

Depois de mais um tropeço do Atlético dentro de casa, o técnico Fabiano Soares concedeu entrevista e avaliou o desempenho de sua equipe. Para ele, o resultado de empate aconteceu porque o time não foi capaz de "matar o jogo" quando pode:

"Conseguimos fazer dois gols e acho que criamos várias ocasiões. Poderíamos ter ‘matado’ o jogo logo no primeiro tempo. É o futebol", disse.

O treinador reconheceu que faltou malandragem ao Atlético, que não soube administrar a vantagem depois de ter conseguido a virada:

"Faltou saber jogar nestes momentos. Era uma equipe que só jogava nas transições", avaliou.

Vaiado e xingado de "burro" quando fez as substituições, Soares tratou de explicar suas opções:

"As substituições, para quem estava no campo, foram bem claras. O Lucho teve cãibras, o Gedoz já não podia e o Ribamar estava exausto. Acho que todos viram o cansaço desses jogadores", justificou, sem dizer por que optou por quem entrou no lugar deles.

Por fim, o técnico rubro-negro projetou um time e uma estratégia diferentes para o próximo confronto, diante do São Paulo, que acontece no sábado (14), no Morumbi:

"Agora pensarei no São Paulo, a partir desta noite. É uma estratégia diferente, não tem nada a ver com este jogo", concluiu.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…