19 nov 2017 - 20h58

Em busca da vaga na Liberta!

Discreto no primeiro tempo e decisivo no segundo, o Atlético venceu o Vasco por 3 a 1 e manteve viva a chance de vaga na Libertadores 2018.

O zagueiro Thiago Heleno, o atacante Douglas Coutinho e o lateral-esquerdo Fabrício marcaram os gols em jogo disputado na noite deste domingo (19), na Arena da Baixada. Wanderson, contra, anotou o gol da equipe carioca.

Com o resultado, o Atlético sobe para o 11º lugar, agora com 48 pontos. O Vasco é o nono, com 50. O próximo compromisso do Atlético será contra o Avaí. O duelo da penúltima rodada do Brasileirão está marcado para 17h de domingo, na Ressacada, em Florianópolis.

Atlético domina e volta a vencer na Baixada

Em duelo direto no meio da tabela, Atlético e Vasco buscaram o gol desde o início. O Furacão apostava na velocidade de Lucas Fernandes e Douglas Coutinho pelos lados e na bola parada. Aos 15′, ela deu resultado. Fabrício cobrou escanteio, a defesa não tirou, e Thiago Heleno bateu de primeira para abrir o placar – quinto gol do camisa 44 na temporada.

O torcedor, porém, nem teve tempo para comemorar. Aos 17′, o Atlético "deu" um gol para a equipe carioca. Ríos cabeceou, e Weverton defendeu em dois tempos. Wanderson, porém, tentou tirar e marcou gol contra. O jogo seguiu equilibrado, e o Furacão voltou a assustar com Douglas Coutinho, que cabeceou fraco, e com Guilherme, que parou em Martin Silva.

O Atlético voltou com outra postura no segundo tempo, mais ofensivo e perigoso. E os gols não demoraram a sair. Aos 18′, Douglas Coutinho bateu com categoria e acertou o ângulo. E aos 23′, Felipe Gedoz – que tinha acabado de entrar – cobrou escanteio, e Fabrício completou de cabeça, 3 a 1.

Depois, o Atlético recuou, deixou o Vasco ter a posse da bola e passou a apostar nos contra-ataques. Coutinho deu trabalho, mas o placar não mudou mais. As chances são pequenas, mas, com possibilidade de G-8 ou até G-9, a Libertadores ainda é um sonho vivo.

Destaque positivo: Thiago Heleno – O camisa 44 foi seguro na defesa e marcou o primeiro gol do Furacão na partida. Além disso, mostrou raça ao permanecer em campo mesmo após sofrer uma pancada na cabeça e cair desacordado.

Destaque negativo: Wanderson – Ao contrário do colega de zaga, o camisa 25 acabou fazendo um gol contra, mesmo a bola já estando em posse de Weverton, e não foi tão seguro na defesa.

OS GOLS:

1×0 – 14’/1º: Thiago Heleno – Após escanteio, Thiago Heleno aproveita a sobra e abre o placar.
1×1 – 16’/1º: Wanderson (contra) – Nenê cobra escanteio, André Ríos cabeceia e Weverton defende em dois tempos. Mas o zagueiro atleticano, tentando tirar, manda contra a própria meta.
2×1 – 18’/2º: Douglas Coutinho – Rossetto toca para o camisa 77, que vence o zagueiro e manda um belo chute de fora da área.
2×1 – 23’/2º: Fabrício – Após cobrança de escanteio de Gedoz, Fabrício sobe mais que a defesa e cabeceia sem chances para Martín Silva.

PRÓXIMOS JOGOS: Avaí (fora) e Palmeiras (casa).

%ficha=1288%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…