O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
11 mar 2019 - 18h44

Meu jogo inesquecível do Furacão!

Ano 2001, Brasileirão série A, estádio Couto Pereira , clássico ATLEtiba, domingo a tarde, chuva. Jogo nervoso, truncado, pegado, expulsão! Rogério Corrêa, nosso beque! Furacão com dez em campo!

Motivos para apreensão? Não, com aquele time que naquele ano viria a conquistar o Brasil! Mestre Geninho, com toda a calma e sabedoria que lhe é peculiar, põem mais fogo no clássico e coloca nosso trunfo Souza em campo. E o craque entra, põem a bola embaixo do braço e comanda o furacão contra os coxas, que atônitos, não acreditam no que estão vendo, o furacão indo pra cima deles com um jogador a menos e levando perigo ao gol alviverde.

Mas como já dizia Jardel, clássico é clássico e vice-versa, os coxas em um dos raros contra ataque em que tiveram, entraram na área e o pantera Flávio derrubou o atacante coxinha. Pênalti pra eles! Já era, pensei! Na batida, lembro até hoje, Enílton, o “maluco beleza” deles, foi tremendo para a bola e realmente como um legítimo pantera, Flávio se esticou todo e jogou a pelota para a linha de fundo.

Delírio no gol de fundos do Belfort Duarte, vulgo pinga mijo, a massa vermelha e preta conduziu o furacão no grito até o final do jogo e comemorou aquele ponto que mais tarde seria precioso para terminar a primeira fase em segundo lugar, atrás justamente do nosso rival da decisão, o São Caetano, e dali em diante todos nós sabemos como terminou aquele ano mágico tendo na figura de Alex Mineiro o ponto alto daquela conquista. Foi um 0x0. Mais um 0x0 que presenciei e que guardo na memória até hoje, de um grupo que marcou época no coração de todo torcedor atleticano.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Faltou categoria

Em uma partida equilibrada na primeira etapa, onde o Athletico poderia ter tido uma melhor sorte e não ter saído com um placar adverso, não…