15 mar 2019 - 0h35

Athletico goleia na estreia em casa

O Furacão não tomou conhecimento do Jorge Wilstermann e somou seus primeiros pontos na Taça Libertadores 2019. Com a goleada de 4 a 0, o Rubro-Negro termina a segunda rodada em segundo lugar, somente um ponto atrás do Boca Juniors, que é o próximo adversário no torneio.

O Athletico foi para cima do adversário desde os minutos iniciais da partida, só no primeiro tempo foram 15 finalizações, mas o gol até que demorou para sair.

Depois de diversas tentativas o Rubro-Negro abriu o placar aos 31 minutos, após finalização de Rony que desviou no em Marco Ruben e matou o goleiro do time boliviano.

Cinco minutos depois o Athlético ampliou, e até com certa surpresa. O goleiro Giménez, que vinha fazendo uma ótima partida e já evitava um placar elástico, falhou em um chute sem muitas pretensões de outro argentino, Tomás Andrade.

Após um primeiro tempo no ritmo do tango, o Furacão voltou decidido a matar o jogo, o que não demorou muito para acontecer. Logo aos cinco minutos Renan Lodi recebeu belo passe de Camacho e empurrou para as redes.

Com o resultado garantido, o Athlético “tirou o pé” e Tiago Nunes até começou a poupar alguns jogadores como Jonathan, que vinha se recuperando de lesão e fez sua primeira partida no ano. Mesmo assim o Rubro-Negro ainda arranjou tempo para mais um gol, aos 42 minutos Bruno Guimarães fechou a conta, 4 a 0 para o Furacão.

A partida desta terça mostrou que o Athlético tem boas chances de se classificar para a próxima fase da Libertadores. O time não sentiu as baixas sofridas na janela de final do ano, Tomás Andrade e Marco Ruben não deram nem tempo de deixar o torcedor atleticano com saudade de alguém.

O fator casa também continua sendo um diferencial, o Athlético mandou no jogo durante toda a partida e mostrou a força que possui dentro de casa.

A única decepção da noite ficou por parte do público presente, um pouco mais de 17 mil pessoas acompanharam a goleada do Furacão. A rixa entre torcida e diretoria vem se estendendo e segue se refletindo na arquibancada. Vale lembrar que para os jogos da Libertadores os ingressos estão custando R$200,00 a inteira, o dobro do que vinha sendo praticado na reta final de 2018.

Agora o elenco principal terá um pouco mais de duas semanas para descansar e se preparar para enfrentar o Boca Juniors, no dia 2 de abril. Se vencer, o Furacão assume a liderança do grupo G.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Generosidade?

Uma busca rápida no mais simples dicionário permite apurar que o conceito de “generosidade” remete à ideia de gentileza; de adoção de uma prática nobre…