15 mar 2019 - 12h34

Furacão finalizou como ninguém contra o Jorge Wilstermann

Athletico massacrou o time boliviano. Foto: FURACAO.COM/Joka Madruga

O Athletico recebeu nesta quinta (14) o Jorge Wilstermann, pela 2ª rodada da fase de grupos da Libertadores, em busca de recuperação.

E depois de ter sido derrotado pelo Tolima na estreia, fora de casa, o time de Tiago Nunes foi avassalador contra os bolivianos, mostrando muita disposição para construir a goleada: 4 a 0, que poderia ter sido ainda maior.

O ímpeto atleticano ficou evidente pelos números do jogo. O Furacão manteve 70% de posse de bola, com 23 finalizações (10 na direção do gol) e 6 escanteios.

Segundo o analista de desempenho Murilo Sion, a marca de 15 finalizações do Athletico no primeiro tempo “é o maior número de chutes de uma equipe em um tempo só até agora nesta edição da Copa Libertadores.”

O que se espera é que esse ritmo avassalador se mantenha nas próximas partidas e que o Furacão aproveite a sequência dentro de casa para encaminhar a classificação.

Assuntos:


Últimas Notícias