16 mar 2019 - 14h10

A grandiosidade da vitória sobre o Peñarol, sete meses depois

Quando o Atlético venceu o Peñarol por 4 a 1 no Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, a torcida rubro-negra comemorou demais.

Afinal, não é qualquer clube que consegue se impor desta maneira na casa do Peñarol, um dos clubes mais vitoriosos do futebol – cinco vezes campeão da Libertadores, três do Mundial Interclubes e o segundo clube do mundo com maior número de títulos nacionais.

Quebrando tabu

Foi a primeira vitória do Furacão fora de casa em 2018. A equipe estava há vários meses sem conseguir vencer fora de Curitiba.

Segunda maior vitória de um clube brasileiro em Montevidéu

Com a goleada por 4 a 1, o Furacão conquistou a segunda maior vitória de um clube brasileiro em jogos oficiais sobre o Peñarol em Montevidéu.

Em 1972, o Palmeiras de Ademir da Guia venceu o Peñarol no Estádio Centenário por 5 a 1, pela Copa do Atlântico de Clubes.

Em jogos amistosos, os Aurinegros haviam sido goleados outras três vezes: 3 a 0 para Vasco (1951) e Flamengo (1981) e também por 4 a 1 pelo Atlético Mineiro (2009).

Relembre o jogo

Campeón del Siglo

O estádio do Peñarol é recente: foi inaugurado em 2016. Antes disso, a equipe mandava seus jogos no Centenário.

O Peñarol perdeu apenas dois jogos para adversários estrangeiros no Campeón del Siglo: Palmeiras (3 a 2 em 2017) e Atlético (4 a 1 em 2018).

Importância para o título

Além disso, a vitória consolidou o comando de Tiago Nunes, que havia assumido uma equipe desacreditada e acabou conquistando o título da Sul-Americana. Muitos consideram aquele jogo como chave para o campeonato.

Na ocasião, Tiago parece ter se dado conta da magnitude do feito. “É uma história que vou contar para os meus netos. Vir aqui em Montevidéu e vencer é um feito. Tenho um respeito muito grande por esse clube, é histórico e uma equipe muito charmosa e querida. É uma história que vou levar para mim para sempre”, afirmou o técnico na coletiva pós-jogo.

A força do Penãrol

Mas a dimensão da vitória atleticana é evidenciada pela trajetória posterior do Peñarol. Passados sete meses, a equipe possui um desempenho espetacular jogando no Campeón del Siglo.

Depois de ser batido impiedosamente pelos futuros campeões sul-americanos, o Peñarol segue invicto em seus domínios.

Nas últimas 30 partidas que fez em sua casa, o Peñarol perdeu apenas dois jogos: para o Torque (por 4 a 3 em 31/5) para o Atlético (4 a 1 em 7/8).

Assuntos: |


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Temos que repensar

Como sempre gosto de acompanhar às notícias sobre o CAP, e li que o uruguaio recém contratado, não será aproveitado neste ano no CAP. Então…

Notícias

Em busca dos pontos perdidos

A tabela do Campeonato Brasileiro e o sorteio das chaves tanto da Copa Brasil como da Taça Libertadores da América acabaram criando um cenário curioso…

Opinião

Só a vista por amor

Sou chato. Costumo dizer que já sou um velho faz uns vinte anos (e com o tempo só piora). Assim como boa parcela da torcida…