2 abr 2019 - 10h04

Seis jogadores já vestiram as camisas de Athletico e Boca. Veja quem são

O Athletico receberá o Boca Juniors nesta terça-feira (2/4) na Arena da Baixada, pela Libertadores da América 2019, numa das partidas mais esperadas da temporada.

Será o segundo confronto entre os dois clubes – na década de 70, o Rubro-Negro venceu por 2 a 1. A relação entre Athletico e Boca existe também pelos jogadores que vestiram a camisa dos dois clubes.

A Furacao.com levantou a ficha de seis jogadores que tiveram a honra de atuar por Boca Juniors e Athletico Paranaense em suas carreiras. Confira quem são eles.

AVEIRO

O primeiro jogador que atuou pelo Boca Juniors e também vestiu a camisa do Atlético foi um paraguaio. Rubén Aveiro teve uma passagem discreta pelo Boca entre 1937 e 1938 (seis jogos e quatro gols). O atacante jogou ainda em outros clubes argentinos antes de chegar ao futebol brasileiro.

Aveiro foi o primeiro estrangeiro a vestir a camisa rubro-negra, em 1943. Ele teve participação decisiva na conquista do Campeonato Paranaense daquele ano. Depois jogou pelo Santos e pelo Atlético de Madrid.

DEL VECCHIO

Outro atacante que vestiu as duas camisas foi Emmanuele Del Vecchio. Brasileiro naturalizado italiano, foi um jogador de grande destaque, chegando a atuar pela Seleção Brasileira e grandes clubes mundiais. Craque do Santos, está marcado na história de Pelé: foi no lugar dele que o Rei do Futebol entrou em campo pela primeira vez em um jogo profissional, em 1956. No ano seguinte, Del Vecchio se transferiu para o futebol italiano. Sua maior conquista foi a Taça dos Campeões Europeu pelo Milanem 1962. Foi para o Boca no ano seguinte. Jogou dez partidas e fez quatro gols pelos Xeneizes. Foi contratado pelo Athletico em final de carreira, quando o presidente Jofre Cabral trouxe vários jogadores consagrados como Djalma Santos, Bellini e Dorval. Jogou pelo Furacão em 1968 e 1969, encerrando a carreira aos 35 anos.

LUIZ ALBERTO

Somente nos anos 2000 um jogador voltou a vestir a camisa dos dois clubes: o zagueiro Luiz Alberto. Vice-campeão da Copa das Confederações de 1999 pela Seleção Brasileira, ele jogou no Boca Juniors em 2010 – fez sete jogos, todos como titular. Foi contratado pelo Athletico em 2012 para a disputa da Série B. No Furacão, atuou 54 vezes, marcando dois gols e com uma participação importante no acesso à Série A. Em 2014, jogou pelo Náutico e encerrou a carreira no Tupy em 2016.

JORGINHO PAULISTA

O lateral-esquerda Jorginho Paulista foi o primeiro a fazer o caminho inverso: atuou primeiro no Athletico e depois no Boca. Ele fez parte do time que jogou a primeira Libertadores da América pelo Furacão em 2000. No segundo semestre do ano seguinte,  transferiu-se para o Boca Juniors. Fez 15 jogos, mas não deixou boas lembranças. Ele se aposentou em 2014, depois de jogar pelo Audax do Rio de Janeiro.

NAVARRO MONTOYA

O folclórico Navarro Montoya certamente foi o jogador de maior destaque com a camisa do Boca que passou pelo Atlético. Ídolo do clube argentino, o goleiro conquistou cinco títulos entre os anos de 1988 e 1996, foi eleito melhor jogador do Campeonato Argentino de 1994 e atuou 479 jogos com a camisa do Boca.

Dez anos depois de sua passagem pelo Boca e já com 40 anos de idade, El Mono foi contratado pelo Furacão. Fez apenas 3 jogos com a camisa rubro-negra e deixou o clube depois de cinco meses, insatisfeito com a reserva. Após pendurar as luvas, foi comentarista esportivo na Espanha e teve uma curta experiência como treinador em 2013 no Chacarita Junios.

OLAZA

Outro lateral-esquerda a jogar nas duas equipes foi o uruguaio Lucas Olaza. Chegou ao Rubro-Negro em 2014, com 20 anos e status de grande promessa. Mas disputou poucos jogos e não mostrou qualidade. Foi contratado pelo Boca no ano passado e assumiu a titularidade durante a Libertadores da América, inclusive disputando a final da competição. Atualmente está no Celta de Vigo, emprestado pelo Boca.

Esquecemos alguém?

Esse levantamento foi realizado com base em informações que tínhamos dos dois clubes. É possível que algum jogador tenha ficado de fora. Se você lembra de outro jogador que vestiu as camisas de Athletico e Boca, por favor fale conosco.

Festa

O jogo entre Athletico e Boca, válido pela terceira rodada da Libertadores acontece nesta terça (02/04) às 21h30 na Arena da Baixada. Torcedor rubro-negro que irá ao estádio: não esqueça de levar bexigas rubro-negras, bandeiras de mão e cachecóis do clube e, principalmente, apoiar, cantando durante os 90 minutos.

Assuntos:


Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…