3 abr 2019 - 20h34

Vitória gigantesca, memorável, futebol total, ambição: veja a opinião dos cronistas sobre a goleada

A impressionante goleada do Furacão sobre o Boca Juniors por 3 a 0 pela Libertadores da América repercutiu em todo o país. Confira abaixo a opinião de cronistas esportivos sobre a atuação do Athletico e a importância do jogo:

“O Furacão foi tão servil e trabalhou e suou tanto como se fosse um escravo dos sentimentos dos 33 mil torcedores, que se passasse pela pena de Nelson Rodrigues seria um “um remador de Ben-Hur”.

Augusto Mafuz

 

“Uma vitória para lavar a alma do futebol brasileiro, mesmo que com a participação essencial de dois argentinos, Lucho Gonzales, também ex-River, e Marco Ruben….”

Juca Kfouri

 

“É apenas o terceiro jogo do time titular do Athletico… Não dá pra saber se este vai ser o padrão. O que dá pra saber: Furacão fez hoje, com sobras, a grande atuação de um time brasileiro em 2019.”

André Rizek

 

“O Furacão varreu o Boca na Libertadores!! Vitória gigantesca!! 3 x 0!! A Arena da Baixada foi a casa do futebol nesta terça!! Valeu Athlético!!”

Galvão Bueno

 

“O Athletico jogou mais, fez o goleador em quem apostou renascer e humilhou o Boca, que vinha de sete jogos sem perder com seis triunfos no período. Se o objetivo do clube de Curitiba é se firmar cada vez mais no exterior, ciclo retomado na conquista internacional de 2018, 13 anos após ser vice da Libertadores; esse encontro com o gigante da Bombonera foi um passo enorme”

Mauro Cezar Pereira

 

“A vitória sobre o Boca revelou uma equipe em esplendor – para o momento – em cada faceta de uma partida de futebol, deixando uma imagem que se distancia do que os demais times brasileiros têm exibido”

André Kfouri

 

“Uma partida memorável do Athletico. A melhor atuação de um brasileiro em 2019, atropelando o Boca, muito mais no 2T, depois de um 1T muito igual. Líder da chave, se recupera bem e sai com muita moral de campo. Rubén fez 3, mas todos foram muito bem.”

Napoleão de Almeida

 

“O mais impressionante foi que o time encarou o Boca, fez 3 a 0 e queria mais. Algo raro nos dias de hoje no futebol brasileiro. Marco Ruben, claro, o destaque do jogo.”

Marcelo Fachinello

 

“Não é só um dia ou vitória a mais na história do Athletico… Ganha quem tem sequência de trabalho. Serve para todos.”

Gustavo Villani

 

“O mais impressionante da partida do Athletico não é a ótima atuação, nem o placar incrível, mas a ambição. Era o Boca do outro lado, o Boca! Mas mesmo assim o time não se saciou com o 1 a 0, o 2 a 0, o 3 a 0… coisa muito rara por essas bandas, legal demais.”

Gian Oddi

 

“O Athletico mostra que se monta time com a cabeça e com o trabalho. Na Arena, o Furacão foi futebol total. Velocidade, combatividade, solidariedade e criatividade.”

Paulo Vinícius Coelho

 

“Furacão em noite memorável, inesquecível, demolidora: 3 a 0 no Boca Juniors! Apresentação de arrepiar!”

Antero Greco

 

“A bem da verdade, vitória atleticana vale uns 5 pontos. Mais um ponto extra por ganhar de 3 do Boca, isso entra na história de qualquer clube”

Sérgio Xavier Filho

 

“Athletico foi intenso, fervoroso, bravo e incisivo. Poucas vezes na história da Libertadores se viu um Boca em tão maus lençóis como nesta noite em Curitiba.”
Marco de Vargas

“Pois bem, senhoras e senhores, foi isso: o Atlético-PR dobrou o Boca Júniors como se fosse um origami, guardou no bolso do paletó e pediu um Dry Martini, com três azeitonas.
Uma noite pra ficar na história.”
Velho Cronista



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Crédito

Mesmo levando em consideração os erros da diretoria e administrativos (caso do doping), morosidade na reposição de peças importantes e quando chegou alguns estão indisponíveis,…