6 abr 2019 - 19h21

Athletico goleia o Rio Branco e fará a final da Taça contra o Coritiba

O Athletico goleou o Rio Branco por 3 a 0 na tarde deste sábado (6/4) na Arena da Baixada, na semifinal da Taça Dirceu Krüger, do Campeonato Paranaense 2019.

Com o resultado, o Furacão se classificou para a final do turno contra o Coritiba, que venceu o Londrina no domingo (7/4), por 2 a 1.

O técnico Rafael Guanaes observou a maturidade da jovem equipe atleticana, ao disputar uma partida de decisão: “Quero enaltecer bastante a busca dessa equipe jovem. Para um jogo decisivo, há um componente emocional decisivo. Grande parte deles está com 18, 19 anos”.

Primeiro tempo

Mesmo sendo superior ao Rio Branco, o Furacão demorou a fazer a vantagem no placar. Aos 14, Bergson chutou de fora da área e acertou a trave.

O primeiro gol saiu apenas aos 43. Christian acionou Bergson. O camisa 9 carregou, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Ravel.

Segundo tempo

O jogo foi praticamente definido aos 8 minutos do segundo tempo. Khellven recebeu a bola na risca do meio-campo, levou até a área adversária, cortou e chutou de canhota para marcar seu primeiro gol como profissional.

Com a vantagem por 2 a 0, o Athletico passou a administrar, sem sofrer sustos da equipe parnanguara.

O terceiro gol veio aos 48 do segundo tempo – e foi um golaço. O cruzamento veio da esquerda, a zaga cortou e Bill mandou de bicicleta para o fundo da rede.

Melhores momentos

Final da Taça

A decisão da Taça Dirceu Krüger contra o Coxa será na próxima quarta-feira (10/4) na Arena da Baixada, às 21h30. O Furacão aceitou jogar nesta data, mesmo sendo no dia seguinte ao confronto contra o Tolima, pela Libertadores da América.

Ficha técnica

Campeonato Paranaense 2019 – 06/04/2019 – Athletico 3 x 0 Rio Branco

L: Arena da Baixada; A: Luiz Alexandre Fernandes (PR); H: 16h00; P: 8.768; R: R$ 204.850,00; CA: Christian, Diego Borges, Erwin, Anderson Sousa, Salazar; CV: Não houve; G: Bergson, aos 43’ do 1º; Khellven, aos 8’ e Bill, aos 48′ do 2º.

ATHLETICO: Léo; Lucas Halter, Zé Ivaldo e Eder; Khellven, Christian (Renzo 76′), Erick, Marquinho (Matheus Anjos 89′) e Vitinho; Jáderson (Bill 80′) e Bergson. T: Rafael Guanaes.

 

RIO BRANCO:  Ravel; Alexsandro (Rodrigo Miranda 62′), Salazar, Erwin e Jackson; João Antônio (Gustavo 82′), Anderson Sousa, Diego Borges e Willyan Sotto; Bruno e Welissol (Andrezinho int). T: Norberto Lemos.

 

 



Últimas Notícias

Notícias|Opinião

Até o fim

No dia 10 de maio de 2005, o Athletico sofria uma das piores goleadas da história jogando dentro de seus domínios. Na Arena da Baixada,…