22 abr 2019 - 15h03

Apresentado em sorveteria, técnico do Wilstermann deixa clube depois de ser atingido por sorvete

Miguel Angel Portugal não é mais técnico do Jorge Wilstermann. Às vésperas do confronto contra o Athletico, pela Libertadores da América, o treinador anunciou seu desligamento depois de um longo período de desgaste com a torcida.

O espanhol Miguel Angel Portugal carrega no currículo passagem pelo Real Madrid. Dirigiu o Furacão em 2014, mas não deixou boas recordações. Neste ano, foi contratado pelo Jorge Wilstermann. Sua apresentação foi curiosa: aconteceu em uma sorveteria de Cochabamba. Um jornal resumiu a apresentação assim: “Entre cucuruchos y sabores frutales y tradicionales como el chocolate, crema americana y pistacchio, el nuevo director técnico asumió la responsabilidad en su presentación oficial.”

Olha o sorvete

Quatro meses depois, o técnico caiu. O Jorge Wilstermann ainda não venceu na Libertadores e é lanterna do Grupo G, liderado pelo Furacão. A equipe está em sexto lugar no Campeonato Boliviano e no final de semana perdeu por 1 a 0 para o Oriente Petrolero em casa. O técnico disse que deixou o cargo por motivos alheios à sua vontade, inclusive por ameaças.

O clima estava pesado desde a semana passada. Mesmo com a vitória por 2 a 1 sobre o Royal Pari, o técnico foi duramente criticado pelos torcedores. Um deles atirou um pote de sorvete que atingiu a cabeça do técnico.

“Isso é inadmissível. Durante a partida, pode gritar, xingar. Agora, atirar coisas e agredir é algo grave”, lamentou o agora ex-técnico dos Aviadores.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

UTILIDADE DO VAR

O que representava uma esperança para a correção dos erros de arbitragens no futebol profissional, está se constituindo não apenas em uma frustração para esse…