24 abr 2019 - 19h38

Athletico goleia o Coritiba por 3 a 0 pelo Brasileirão Sub-17

Quarta-feira, dia importantíssimo para o Athletico se garantir como um dos classificados para a próxima fase da Libertadores da América.

E para passar um pouco dessa ansiedade pré-jogo, nada melhor que um clássico contra nosso rival local valendo a liderança do Grupo A do Campeonato Brasileiro da categoria Sub-17, disputado em casa. Pouco mais de 100 pessoas puderam assistir à partida, exclusivamente no Setor Brasílio Itiberê Inferior.

Os garotos, comandados por Rogério Corrêa, demonstraram em campo exatamente o que o clube prega em sua essência: excelência no desenvolvimento das categorias de base. Rogério, inclusive, merece muitos aplausos por demonstrar muita consistência e evolução em seu trabalho como treinador. Ídolo do clube como zagueiro, agora vem mostrando seu talento também como professor nessa categoria.

Brasileirão Sub-17

Esta foi a segunda rodada da competição. Antes de a partida começar, o Furacão dividia a liderança do grupo com o Coritiba em número de pontos, com vantagem no saldo de gols. O Rubro-Negro ganhou a primeira fora contra o Santos (fora) por 3 a 0. O Coxa tinha três pontos com um gol a menos de saldo.

O jogo

Logo no início do jogo, foi possível ver claramente que era o Athletico em campo, visto que o estilo de jogo é o mesmo das demais categorias: controle da posse de bola, ritmo de jogo, velocidade, intensidade, retomada, marcação.

Alguns destaques individuais foram aparecendo. O melhor em campo foi Iago. No lance do primeiro gol, saiu costurando na intermediária, passou por três e deu assistência na medida para Rômulo abrir o placar. Iago lembra Rony: joga na posição, tem bastante raça, brigador, gosta de jogadas individuais e tem velocidade.

No segundo tempo continuamos em cima e aí apareceu o segundo, mas não menos importante, grande destaque da partida: João Pedro. Ele é o camisa 10, e já tinha feito um bom primeiro tempo.

Mas no segundo, acertou um lindo chute no travessão de fora da área que seria um baita golaço! Mas ele mesmo aproveitou o rebote e arrematou de longe, rasteiro no cantinho do goleiro: 2 a 0. Ainda teve tempo pra mais um no finalzinho, com João Victor chutando na saída do goleiro, entre as pernas, 3 a 0.

Analisar o jogo do nosso Sub-17 apenas nos dá mais certeza de uma coisa: a base vem forte!

Assuntos: | |


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Show e alguns argentinos

ESQUENTA A noite começou do jeito que o athleticano gosta: Festa, Bandeirão, Cantoria e Bateria, infelizmente fora do Estádio. #LIBERAABATERIAPETRAGLIA. VOLTA DA FELICIDADE Entendo quem…