5 maio 2019 - 12h57

Athletico empata com a Chapecoense em Chapecó

Com uma equipe quase toda reserva, o Athletico somou um ponto longe de Curitiba. O Furacão empatou com a Chapecoense por 1 a 1, na manhã deste domingo (5), na Arena Condá, em Chapecó. O gol foi do atacante Rony, que entrou no segundo tempo. Everaldo empatou nos minutos finais de partida.

O Rubro-Negro lamenta muito o resultado, porque estava somando os três pontos até os 44 minutos da etapa final. Seria a primeira vitória fora do Athletico no ano. A partida também ficou marcada por não ter transmissão de TV, já que o Furacão não fechou com o Premiere. Agora, o Athletico volta suas atenções à Libertadores. O time encara o Boca Juniors na quinta (9), às 21h30, na La Bombonera, pelo Grupo G, na Argentina.

Primeiro tempo

Pensando no jogo contra o Boca Juniors, que vale a liderança do Grupo G da Libertadores, o técnico Tiago Nunes poupou a maioria dos titulares. Apenas o goleiro Santos e o zagueiro Léo Pereira foram mantidos no time. Nomes como Thiago Heleno e Bruno Guimarães, por exemplo, nem viajaram à Chapecó.

Em campo, o Furacão teve uma formação diferente, uma espécie 3-5-2. Bambu, Paulo André e Léo Pereira formavam a primeira linha. Vitinho e Márcio Azevedo faziam as pontas, com Wellington, Erick e Léo Cittadini no meio. Braian Romero e Marcelo Cirino jogavam na frente.

O Athletico teve maior domínio no jogo, mas Braian Romero e Marcelo Cirino perderam muitos gols. Mas a melhor chance do primeiro tempo saiu dos pés de Léo Pereira. Aos 33 minutos, ele arriscou da intermediária, a bola passou muito perto, assustando o goleiro Tiepo.

Segundo tempo

Na etapa final, o jogo foi mais aberto e ambos os times tiveram chances de marcar. A primeira boa chance do Athletico aconteceu antes dos 10 minutos. Marcelo Cirino recebeu da direita, se livrou da marcação, mas mandou por cima do gol. Aos 12′, o camisa 10 atleticano perdeu mais uma vez. Desta vez, ele recebeu passe em profundidade da direita, mas bateu pra fora de dentro da área.

A Chape respondeu com Everaldo. O atacante recebeu a bola na direita, invadiu a área e chutou firme, mas o goleiro Santos fez uma grande defesa. O técnico Tiago Nunes, então, tirou Braian Romero e colocou Rony. E a mudança deu certo. Aos 30′, o camisa 7 recebeu, limpou a marcação e bateu forte de direita. A bola acabou desviando no adversário e encobriu o goleiro Tiepo.

O Athletico seguiu no comando do jogo, mas viu a Chape empatar no fim. Aos 44, Diego Torres chutou de longe, Santos tentou defender, mas deu o rebote. Everaldo tinha condições e empatou a partida. Rony ainda teve a chance de marcar no último lance do jogo, quando Nikão deixou ele livre na área, mas o goleiro Tiepo defendeu. 

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro 2019 – 05/05/2019 – Chapecoense 1 x 1 Athletico

L: Arena Condá; A: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP); H: 11h; CA: Paulo André, Rony e Braian Romero (CAP); Douglas (CHA); CV: Não houve; G: Rony, aos 30′ do 2º. Everaldo, aos 44′ do 2º.

ATHLETICO: Santos; Robson Bambu, Paulo André, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Erick, Léo Cittadini (Lucho González) e Vitinho; Marcelo Cirino (Nikão) e Braian Romero (Rony). T: Tiago Nunes.

 

CHAPECOENSE: Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Diego Torres e Gustavo Campanharo (Augusto); Renato (Bruno Silva), Régis (Alan Ruschel) e Everaldo. T: Ney Franco.



Últimas Notícias

Opinião

Aha, uhu, o Maraca é nosso!!!

Toda a pessoa que se diz apaixonada por futebol deve um dia conhecer o Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã e ontem meu…

Notícias

Cadê a torcida?

As médias de público do Athletico vem diminuindo ano a ano desde a reinauguração da Baixada pós Copa do Mundo e de maneira mais forte depois…