12 maio 2019 - 21h26

Em meio a comemorações, Athletico vence o Bahia por 1 a 0

O Athletico venceu o Bahia por 1 a 0 neste domingo (12/5) na Arena da Baixada, com gol de Rony, em jogo da quarta rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Quem foi à Arena da Baixada teve todos os motivos para comemorar. Além de presenciar as homenagens pelo dia das mães e ao aniversariante Barcímio Sicupira Júnior, que completou 75 anos na última sexta-feira, o torcedor atleticano também acompanhou mais uma vitória do Rubro-Negro em seus domínios.

Primeiro tempo

O placar magro, de 1 a 0, não refletiu o que foi a partida. O Athletico foi para cima desde os minutos iniciais e logo abriu o placar aos 10 minutos com Rony, que aproveitou o rebote do goleiro para balançar as redes.

Ainda no primeiro tempo, o Athletico teve um gol anulado de Rony, que estava impedido, e mais uma ótima chance com Bruno Guimarães, com a zaga tricolor tirando a bola em cima da linha.

Segundo tempo

O Furacão seguiu pressionando e deu a impressão de que seria uma tarde de muitos gols. No entanto o Athletico acabou esbarrando tanto na falta de capricho de alguns jogadores, como de Marcelo Cirino, como no inspirado goleiro tricolor Douglas Friedrich.

Com a vitória, o Athletico encosta nos líderes do campeonato e alcança a sexta colocação com sete pontos, apenas três atrás dos líderes Palmeiras, Santos e São Paulo.

Próximos duelos

Pelo brasileirão o Furacão só joga no próximo domingo, quando recebe o Corinthians na Arena da Baixada, às 16h.

Antes disso o rubro negro realiza o primeiro duelo da fase de oitavas de final da Copa do Brasil, quando enfrenta o Fortaleza na Arena Castelão, na quinta feira, às 21h30.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…