21 maio 2019 - 19h17

Athletico já fez dez jogos oficiais contra argentinos; relembre os duelos

Nas últimas duas décadas, o torcedor atleticano se acostumou com várias partidas internacionais e a rivalidade histórica entre Brasil e Argentina não poderia ficar de fora dessa história.

O histórico contra argentinos em partidas oficiais começou em 2006. Um confronto histórico, válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, contra o gigante River Plate. Foram dois jogos intensos. No primeiro, vitória por 1 a 0 em pleno Monumental de Nuñez. Brilharam as estrelas de três jogadores: gol de Marcos Aurélio em jogada de Denis Marques e várias intervenções importantes do goleiro Cleber.

Na segunda partida, na Arena da Baixada, um empate por 2 a 2, com dois belos gols de Jancarlos e destaque para o então meia atacante do River, Marcelo Gallardo, hoje técnico da equipe.

Libertadores

O Athetico voltou a ter um argentino pelo caminho apenas oito anos depois. Na Libertadores de 2014, o sorteio da fase de grupos colocou o Velez Sarsfield no mesmo grupo do Rubro-Negro. Foram duas partidas em que o Athletico não conseguiu encontrar um bom futebol e duas derrotas, sendo  2 a 0 na Argentina e 3 a 1 na Vila Capanema. O  gol do Athletico foi marcado pelo zagueiro Dráusio, atualmente no futebol português.

Na Libertadores de 2017, novamente um clube argentino na primeira fase. Dessa vez, o adversário foi o San Lorenzo. No primeiro jogo no Nuevo Gasómetro, vitória do Furacão por 1 a 0, gol marcado pelo argentino Lucho González.

O segundo jogo na Baixada foi muito ruim. A derrota por 3 a 0 dificultou bastante a vida do Athletico na Libertadores. Isso obrigou o time a vencer a Universidad Católica no Chile para garantir a classificação às oitavas.

Sul-Americana histórica

Na histórica campanha da Copa Sul-Americana de 2018, o Furacão teve mais um confronto contra uma equipe argentina: o Newell’s Old Boys.

Na primeira partida na Baixada, um atropelo do Athletico: 3 a 0, em uma das melhores apresentações do Athletico no ano até então, gols marcados por Pablo, Nikão e Guilherme.

No segundo jogo, em Rosário, a boa atuação não se repetiu, mas ainda assim numa jogada inteligente, Nikão marcou o gol fora que deu a tranquilidade e a classificação pro Athletico, mesmo com a derrota por 2 a 1.

E vem o Boca

O último argentino a entrar na história atleticana foi o Boca Juniors. Apesar de ter sido adversário em um torneio amistoso na década de 70, o tradicional time argentino ainda não tinha sido adversário do Furacão em nenhuma partida oficial.

Bruno Guimarães. Foto: FURACAO.COM/Joka Madruga

O confronto foi histórico: 3 a 0 na primeira partida, com hat trick do argentino Marco Ruben, que vai ficar por muito tempo na memória do torcedor atleticano

O jogo da volta na tradicional Bombonera também ficará marcado. Apesar da derrota por 2 a 1, a torcida atleticana fez bonito na arquibancada e o time correspondeu em campo – se não fosse a arbitragem tendenciosa, a história teria sido outra…

O ano de 2019 tem sido histórico para o torcedor atleticano. Para completar, o sorteio das oitavas de final colocou novamente o Boca Juniors no caminho do Furacão. Serão mais dois jogos que com certeza entrarão para a história do Athletico.

Mas antes de voltar a enfrentar a temida Bombonera, o adversário na próxima quarta-feira será o primeiro argentino que o Athletico enfrentou oficialmente, o River Plate. O confronto por si só já está na história: vale taça, vale novamente uma conquista continental. Que o Athletico consiga repetir o sucesso do primeiro confronto com o River e levante mais essa taça!

Histórico contra argentinos:

River Plate: 2J; 1V; 1E; 3GM; 2GS
Vélez Sarsfield: 2J; 2D; 1GM; 5GS
San Lorenzo: 2J; 1V; 1D; 1GM; 3GS
Newell’s Old Boys: 2J; 1V; 1D; 4GM; 2GS
Boca Juniors*: 2J; 1V; 1D; 4GM; 2GS
Total: 4V; 1E; 5D; 13GM; 14GS

V – Vitória; D – Derrota; E – Empate; GM – Gols Marcados; GS – Gols sofridos.

*Não foi considerado o jogo amistoso em 1973, em que o Athletico venceu por 2 a 1.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Temos que repensar

Como sempre gosto de acompanhar às notícias sobre o CAP, e li que o uruguaio recém contratado, não será aproveitado neste ano no CAP. Então…

Notícias

Em busca dos pontos perdidos

A tabela do Campeonato Brasileiro e o sorteio das chaves tanto da Copa Brasil como da Taça Libertadores da América acabaram criando um cenário curioso…