22 maio 2019 - 23h56

Athletico vence o primeiro confronto da Recopa Sul-Americana

Deu rubro-negro! Na primeira partida válida pela Recopa Sul-Americana, o Furacão fez valer seu mando de campo e ganhou por 1 a 0 do River Plate. A partida de volta será disputada na quinta-feira que vem, dia 30/05, em Buenos Aires.

Primeiro tempo

Desde o primeiro minuto, os times já demonstraram que a partida seria eletrizante. Aos 11 segundos, o furacão já criou sua primeira chance em chute de longa distância de Lucho, incendiando os mais de 30 mil torcedores presentes na Arena. Com apenas 4 minutos, a partida já contava com duas finalizações para cada lado.

O Athletico dominou os primeiro minutos de jogo, chegando a ter 58% de posse de bola. Aos 14 minutos, Nikão disparou um chute de longe, para fora do gol. E aos 26, a explosão: passe magistral de Bruno Guimarães para Renan Lodi, que encontra Rony na área. Ele gira e faz o passe na pequena área para o matador Marco Ruben guardar seu quinto gol contra equipes argentinas neste ano.

Aos 34 minutos o River conseguiu equilibrar as ações e passou a trocar passes no campo de ataque, porém sem levar perigo ao gol do goleiro Santos.

Segundo tempo

Os times voltaram sem alterações para o segundo tempo, porém foi a equipe do River quem começou criando oportunidades. Aos 2 minutos, um chute de Palácios desviou em Renan Lodi e por pouco não entrou. O River rondou a área do Athletico durante os primeiros 10 minutos, porém o rubro-negro voltou a assustar em boa troca de passes que terminou com uma finalização de Renan Lodi e boa defesa do goleiro Armani. Logo depois, aos 15, Nikão tentou outro chute de fora da área, sem direção.

Aos 20 minutos, o River voltou a levar perigo em um cruzamento pelo lado esquerdo de ataque, aproveitando uma saída de bola errada do lateral Madson, que havia acabado de substituir Jhonatan. Na resposta, o Athletico armou grande jogada e Nikão desperdiçou grande chance de marcar o segundo.

O clima do jogo parecia tranquilo e o ritmo das equipes já havia baixado quando aos 35 minutos, em lance de bola parada, Rony foi agredido dentro da área por dois jogadores do River, antes de a bola ser colocada em jogo. O VAR foi acionado e, ao rever as imagens, o árbitro expulsou corretamente o jogador Casco, por dar um soco no atacante atleticano.

O Athletico partiu então para o ataque tentando fazer o segundo gol, e logo aos 38 minutos, num bom cruzamento de Rony, Madson perdeu a melhor chance do jogo chutando de perna esquerda para fora, de frente para o gol. Mesmo com a vantagem numérica, o furacão não conseguiu manter a pressão e o primeiro jogo da decisão ficou mesmo em 1 a 0. Vantagem para o rubro-negro, que agora joga por um empate no Monumental de Nuñez para conquistar o título da Recopa.

O Athletico volta suas atenções ao Campeonato Brasileiro no final de semana, quando viaja para enfrentar o Flamengo no Rio de Janeiro no domingo, às 16:00.

Saiba Mais



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Brasileirão 2019

Após o título do Furacão pela Copa do Brasil, o estado de êxtase que cada athleticano vive é algo surreal. É um momento mágico, fruto…