5 jun 2019 - 22h33

Athletico vence o Fortaleza e está nas quartas-de-final da Copa do Brasil

Foi no sufoco, mas o Furacão fez valer seu mando de campo em um jogo truncado, com muitos erros técnicos, e conquistou a vaga para as quartas-de-final da Copa do Brasil.

A partida começou com as equipes se estudando muito. O Athletico tentava imprimir seu ritmo habitual jogando na Arena, porém esbarrava em uma competente equipe do Fortaleza, que marcava bem no meio de campo e chegava com perigo quando tinha a bola. Aos 7 minutos de jogo, Marcio Azevedo interveio em um cruzamento da esquerda e conseguiu evitar uma finalização do Fortaleza que poderia levar perigo ao gol do goleiro Santos.

O jogo seguiu até os 23 minutos sem ocasiões de gol e com as equipes errando muito. E era o Fortaleza quem seguia oferecendo mais perigo. Em boa jogada individual de Osvaldo pela direita, Rony cortou cruzamento do atacante tricolor no segundo pau evitando a finalização que poderia resultar no gol do Fortaleza. Aos 28, mais uma chance do Fortaleza em chute de longa distância, com boa defesa do goleiro Santos.

Somente aos 30 minutos o Athletico teve sua primeira oportunidade, em boa jogada de ataque que terminou com cabeceio de Marco Ruben para defesa do goleiro Felipe Alves. O Furacão seguiu apertando e criou nova oportunidade de gol aos 35 em cruzamento de Rony da direita, que achou Nikão livre no segundo poste. O cabeceio do atacante atleticano saiu sem direção. Aos 44 foi a vez de Madson desperdiçar boa oportunidade ao receber passe magistral de Bruno Guimarães, errar o domínio de frente para o gol e perder a chance de finalizar. Um minuto depois, Leo Pereira bateu de fora da área e a bola explodiu na trave direita do goleiro do Fortaleza, na melhor oportunidade da primeira etapa.

Segundo tempo

O jogo começou um pouco mais aberto no segundo tempo, com ambas as equipes buscando mais o ataque e finalizando, mesmo que sem muito perigo.

Aos 14 o Fortaleza assustou pela primeira vez com chute de Carlinhos de longa distância, para boa defesa de Santos. Aos 20, a primeira boa oportunidade do Athletico na etapa complementar, em cabeceio de Lucas Halter após falta cobrada do lado direito de campo.

Mas aos 35 minutos veio o lance que ajudaria a definir a partida: Marcelo Cirino, que entrou bem na partida mais uma vez, pedalou para cima do lateral Carlinhos e foi derrubado. O jogador do Fortaleza recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo. Com um jogador a mais, o Athletico passou a dominar as ações ofensivas. Aos 37 minutos, Bruno Nazário dominou na área e mandou um chute rasteiro no meio do gol, para defesa de Felipe Alves. Aos 41 minutos, o goleiro do Fortaleza fez mais uma defesa – desta vez espetacular – em cabeceio de Marcelo, evitando o primeiro gol atleticano. Mas aos 44 não houve perdão para o arqueiro tricolor. Em cruzamento de Madson, vindo da direita, o centro avante Marco Ruben apareceu livre para cabecear forte e marcar o seu nono gol em jogos oficiais com a camisa do Athletico. Festa no Caldeirão!

Ainda houve tempo para um susto do Fortaleza em um cabeceio à queima roupa no segundo pau, para boa defesa do goleiro Santos. Mas o Athletico conseguiu segurar a vantagem, e saiu de campo classificado para as quartas-de-final da Copa do Brasil.

O rubro-negro, agora, volta suas atenções ao Brasileirão e viaja a São Paulo para enfrentar o Palmeiras – líder do campeonato – no sábado, 08/06, às 16:30, em busca de sua primeira vitória fora de casa na competição.

Saiba Mais

Assuntos: |


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

2020, como será?

Já estamos garantidos na Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, e qual será os objetivos para 2020? Libertadores é um destes objetivos, um sonho…

Brasileiro

Furacão segue subindo

Neste domingo, o Athletico recebeu o Botafogo na Arena da Baixada e garantiu mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. O placar de 1 a 0,…