O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
15 jun 2019 - 17h54

Fui ludibriado ou querem derrubar o Tiago Nunes?

“Queria pedir desculpa para o nosso torcedor. No meu ponto de vista, tivemos a pior atuação como equipe desde que estou no comando, não só do principal, mas também do sub-20 e dos aspirantes”, lamentou Nunes.

Mas se fosse só este jogo que não apresentamos um futebol a altura de um clube de série A, poderíamos aceitar as desculpas com mais tranquilidade. Só que a verdade e a realidade não é está.

Jogamos apáticos contra o Fortaleza e River Plate. Demonstramos algum orgulho, nos jogos contra o Flamengo e Palmeiras, mas, os erros infantis, nos levaram a derrotas.

E estes momentos de altos e baixos não só no brasileirão, e nas derrotas fora de casa na Libertadores, pelo que tanto se falou, o sentimento é de um ludibriado pelo conto da carochinha do MCP que até 2024 chegaríamos à uma final mundial e nos consagraríamos campeões de mundo.

E quantas vezes ele já nos disse tantos factoides? Milhares de vezes.

Conseguimos ser campeões pela Sulamericana, mas tivemos muita sorte no jogo contra o Bahia, porque se não estávamos eliminados. Nesta temos que agradecer ao VAR.

Quero também deixar claro que o Tiago Nunes é o menos culpado neste nosso desempenho de primeiro semestre. Os maiores culpados, são estes jogadores que não demonstram a mínima vontade de jogar, de comprometimento com o clube e sua torcida, e não podemos deixar de mencionar que o nosso Departamento de Futebol, também tem uma grande parcela de culpa nisso. Pois contrato muito mal, e o resultado são estes.

Apoio o Tiago Nunes em uma única coisa neste momento. Temos que trazer jogadores que venham para ser titulares absolutos e não para ficarem disputando vaga, como ele disse, e também, peço ao Tiago Nunes que pare com este negócio de poupar jogadores, estes caras ficaram praticamente, três meses sem jogar e você os poupa por cansaço físico?

Se o problema é condicionamento físico, então, demita-se o preparador ou preparadores, pois não entregam ao técnico, jogadores com condições de jogo.

Só que não é só isso, também temos os problemas de bastidores que o clube fica refém de decisões equivocadas. Estamos prestes a perder, Renan Lodi, Bruno Guimarães e Léo Pereira. Fora que já não poderemos contar com Thiago Heleno e Camacho por motivos já justificados, mas, não explicados porque se tinha este tipo de complemento alimentar no CAT à disposição dos atletas.

É triste ver uma temporada repleta de competições para nós e a gente não tem um elenco a altura para estas disputas. Pelo que se viu neste primeiro semestre. Infelizmente é como já disse, brigar para não cair no brasileirão e sem a certeza se iremos conseguir progredir na Copa do Brasil e Libertadores.

Como eu e talvez muitos outros torcedores nos sentimos ludibriados por estes dirigentes. Que tinham noção de importância desta temporada para o clube?

Pelo visto não, pois, não deram a importância que deveria ser realizado. Em resumo estamos jogando no lixo a melhor temporada que já tivemos nestes nossos 95 anos existência.

Espero que o segundo semestre, o Tiago Nunes corrija os erros e faça sair os coelhos da cartola que precisamos para seguir sonhando com títulos. Porque se depender dos dirigentes do clube, se vencer que bom, se perder não tem importância, o importante é que estamos faturando com a venda dos nosso melhores talentos em campo.



Últimas Notícias

Opinião

Aha, uhu, o Maraca é nosso!!!

Toda a pessoa que se diz apaixonada por futebol deve um dia conhecer o Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã e ontem meu…

Notícias

Cadê a torcida?

As médias de público do Athletico vem diminuindo ano a ano desde a reinauguração da Baixada pós Copa do Mundo e de maneira mais forte depois…