9 jul 2019 - 12h13

Flamengo se reforçou. Já o Athletico…

Um dos mais brilhantes e promissores jogadores formado no CT do Caju se foi durante a pausa para a Copa América. O lateral esquerda Renan Lodi foi vendido para o Atletico de Madrid por aproximadamente R$ 90 milhões segundo especulações da imprensa, tendo o Furacão direito a metade dos seus direitos econômicos.

E mesmo com a visível necessidade de contratar, não só para repor a inegável perda de um de seus melhores jogadores como pelos resultados do clube no último mês, demonstrando de maneira inequívoca a necessidade de se reforçar o elenco, o clube pouco investiu durante a inter temporada.

Se por um lado o Flamengo, adversário na partida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil nesta quarta (10) trouxe o renomado treinador português Jorge Jesus e o lateral Rafinha com vitoriosa carreira na Europa, o Athletico ainda não trouxe substitutos à altura para os atletas Thiago Heleno e Camacho, suspensos por doping já há quase dois meses além da perda pela venda do lateral Renan Lodi.

As únicas mexidas no mercado no período foram a vinda do zagueiro Pedro Henrique que sequer estava sendo relacionado no Corinthians e o meia atacante Pedrinho do Oeste que com somente 19 anos veio para o time de aspirantes.

Muito pouco para quem ainda possui um calendário recheado em 2019 e criou tantas expectativas para seu torcedor.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Brasileirão 2019

Após o título do Furacão pela Copa do Brasil, o estado de êxtase que cada athleticano vive é algo surreal. É um momento mágico, fruto…

Fala, Atleticano

Coxarada inconformada

Sei que isso não é nenhuma novidade para os torcedores do CAP, mas olha pessoal, a coxarada está numa choradeira que até podemos chamar eles…