18 jul 2019 - 3h31

Furacão “copou” no Maracanã e está nas semifinais da Copa do Brasil

No jogo da volta das quartas de final, Athletico e Flamengo fazem jogo bastante disputado. Furacão sai atrás no placar, consegue o empate e vence nos pênaltis.

Primeiro Tempo

O jogo começou intenso. Logo no primeiro minuto, Flamengo se lança ao ataque, Léo Pereira segura Gabigol e leva cartão amarelo.

A partida seguiu dura e equilibrada, com Flamengo tentando pressionar e se impor.

Primeiro bom momento da equipe carioca foi aos 7 minutos. Cruzamento da esquerda, Arrascaeta cabeceou e Santos defendeu.

Aos 11 minutos, lance fundamental na partida: Arrascaeta começou a sentir dores e precisou ser substituído. Vitinho entrou em seu lugar.

Flamengo continuou pressionando no início do jogo. Em 15 minutos de partida a posse de bola era de 73% para o Flamengo e 27% para o Athletico.

Boa jogada do Flamengo pela direita. Cruzamento de Rafinha, Lincoln desvia e Santos, por reflexo, defende. A bola ainda raspa na trave e sai em escanteio.

Flamengo domina o jogo mas com poucas conclusões, pressiona saída de bola com muitos jogadores no campo de defesa do Athletico que não consegue sair tocando, fazendo, inclusive Santos se equivocar nas reposições, forçando bolas longas.

Aos 29 minutos, primeiro lance de perigo a favor do Athletico. Bruno Guimarães lança Marcelo na direita até a linha de fundo. O jogador faz um cruzamento rasteiro na meia lua para Rony que chuta de primeira por cima do gol.

Aos 40 minutos, Diego agrediu Wellington com uma braçada no rosto, numa disputa de bola. O árbitro seguiu o lance e, posteriormente, o VAR não chamou para rever o lance.

Próximo ao fim do primeiro tempo, o Athletico fez uma sequência de várias faltas. O Flamengo pressionou a arbitragem ao apito final e Gabigol acabou tomando cartão amarelo por reclamação.

Segundo Tempo

Jogo começa mais calmo, com menos ímpeto do Flamengo. Athletico começa a se soltar um pouco mais na partida.

Partida segue equilibrada. Os dois times atacam, mas sem oferecer nem correr muitos riscos.

Aos 13 minutos, sai Lincoln para entrar Berrio no Flamengo, substituição de atacantes.

Aos 16 minutos, gol do Flamengo. Vitinho faz boa jogada pela esquerda, dribla Jonathan deixando ele no chão, cruza para Everton Ribeiro que toca de cabeça para Gabigol que finaliza sem chance para o goleiro Santos.

Aos 25 minutos, Nazário entra no lugar de Nikão.

O Athletico melhorou. Nazário deu mais mobilidade ao meio campo do Furacão e entrou com muita vontade de jogar, participando muito bem do jogo.

Aos 32 minutos, gol de empate do Athletico. Marco Ruben fez um pivô no meio campo e achou Nazário que fez um belo lançamento para Rony que invade a área e toca na saída de Diego Alves.

O Flamengo sentiu o golpe e começou a ficar desconfortável no jogo e se precipitar.

Aos 42 Marcio Azevedo sente e sai para entrada de Lucho.

Furacão foi melhor na partida até o final, pressionando o Flamengo e quase fazendo o segundo gol. Mas não havia tempo pra mais nada, terminava o jogo empatado em 1 a 1.

Penalidades

Nas penalidades o Flamengo iniciou batendo. Diego bateu fraco, no meio. Santos ficou parado e fez a defesa em pé. Jonathan converteu sua cobrança após Diego Alves tocar a bola. Vitinho escorregou e isolou por cima da meta. Lucho cobrou com perfeição e concluiu a penalidade. Cuellar deslocou Santos e também fez a sua. Bruno Nazário bateu muito mal e Diego Alves defendeu. Everton Ribeiro também bateu mal e Santos defendeu. Bruno Guimarães fez uma excelente cobrança e concluiu.

Flamengo eliminado

Assim, o Furacão eliminou o Flamengo da Copa do Brasil. Com isso, avança às semifinais da competição e enfrenta a equipe do Grêmio.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Planejamento

Não estaria na hora de começar a planejar e preparar o time para o ano que vem? Porque não escalar Abner, Khellven, Erick? Entendo que…