O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
25 jul 2019 - 11h30

Não deu

Hoje valeu a velha máxima : Quem não faz toma!
O Athletico não jogou bem, se ressente da falta do Lodi, sem jogadas incisivas pelas laterais. Lucho, mortinho dentro de campo, Nikão no sacrifício jogando recuado, Cirino dentro daquilo que acostumamos ver um zero a esquerda.
Vimos um Athletico apático, mesmo finalizando mas sem eficiência. O Marco Ruben só na base do esforço, pois não chega a bola para ele fazer o sabe, gol.
Teve a oportunidade, infelizmente perdeu, acredito que seria mais para o Bruno Guimarães essa cobrança, pois os artilheiros contando com as penalidades batidas ontem pela Libertadores foram desperdiçadas.
Os gringos vieram buscar um empate, e acharam um gol e praticamente voltam para Buenos Aires com classificação para a próxima fase em baixo do braço.
O resultado justo seria o empate, mas o Athletico desperdiçou essa oportunidade.
A zaga não comprometeu, o Pedro Henrique e o Léo Pereira seguros, nas laterais Jonathan e o Azevedo mais defenderam do que apoiaram, o que fez falta para municiar o ataque.
O meio de campo cérebro do time praticamente morto e padeceu na marcação dos gringos.
O ataque completamente anulado pelo zaga adversária, Cirino inoperante, Marco Ruben isolado e viveu mais das estocadas do Rony.
Para o jogo da volta o Tiago Nunes terá que ser mais ousado, tentar uma formação mais ofensiva, mas bate na falta de qualidade e no peso da idade de alguns atletas.
Resta-nos apenas torcer, a arbitragem não influenciou no resultado marcou a penalidade que foi desperdiçada, e quem sabe a eliminação do Athletico na Bombonera.
Pois, lá vai ter que jogar muito mais do que jogou quando venceu por 3×0 o Boca e o 1×0 sobre o River, e contar com sorte como o que aconteceu com o Boca, que achou um gol e se safou do empate com a penalidade perdida pelo Ruben.



Últimas Notícias

Opinião

Adeus ano “velho”!

  Lembro-me como se fosse hoje dos sentimentos experimentados no último Réveillon. Onde momentos antes de iniciar a contagem para receber 2019, me peguei agradecendo…

Opinião

De que são feitos os ídolos?

Quando Marco Ruben vestiu a camisa atleticana pela primeira vez, já era um ídolo rubro-negro. Simples assim. E não se trata da famosa gringolatria. Alguns…