O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
1 ago 2019 - 10h37

Não deu, mas seguimos no caminho

Tento ser o mais justo e coerente com tudo. Nosso time é limitado e TN está tirando leite de pedra. Embora eu acredite que errou na escalação. Tinha que ter um elemento surpresa, talvez Nazário no lugar do Cirino logo de cara, não sei. Mas o 11 inicial era muito previsível. Lembrando que o adversário é campeão da libertadores 6 vezes (quantidade de participações nossa), vice campeão outras 5 (inclusive atual) e possui 28 participações. Apenas 11 derrotas em casa nessas 28 participações. Ou seja um time cascudo, não seria fácil.

Marcio Azevedo e Jonathan não são unanimidade nem dentro do elenco, imagina pra torcida. Quando ganha é tudo lindo.

Divida o campo de jogo em 3 partes, nas duas primeiras, começando da defesa, Marcio e Jonathan não comprometem. (Azevedo perdeu no corpo pro Abila, onde qualquer lateral perderia, o homem é um tanque). Mas parece que ambos tem vergonha de apoiar. Um time que está acostumado com Lodi passando toda hora pela esquerda, abrindo espaços para o Roni correr entre o lateral e o zagueiro e perde isso do dia pra noite, se complica mesmo.

Na Zaga, falta o T. Heleno, sem duvidas. Forte, experiente. Pedro não é mal zagueiro, mas está longe do T. Heleno.

Wellington sabe desarmar, mas ontem especificamente, errou muitos passes, acho que com o tempo o Erick assume a volância. Embora Welligton tem sido capitão, homem de confiança do TN. Camacho e Wellington são emprestados então no final do ano devem sair.

Bruno é excelente, tem lugar em vários times do mundo como titular, mas devido a sua juventude ainda não sabe jogar quando bem marcado. Os times brasileiros não possuem uma marcação como os argentinos. River e Boca marcaram como poucos nosso bruxo, não se sobressaiu.

O 10, a o 10, nos falta ele. Veiga não era o melhor, mas dava até que conta do recado. Não vejo em Nikão ou em outro no elenco esse cara. E a falta dele sobrecarrega o Bruno e as bolas chegam quadradas na frente.

Nas pontas, Roni precisa de um lateral esquerdo que apoie, senão também marcado se sobrecarrega.

Na direita é o lugar do Nikão (se não for vendido), lá que nos deu as maiores alegrias e melhores partidas, não tem ninguém no elenco para seu lugar, Cirino é um reserva pra entrar um ou outro jogo, mas na ponta e não pra 9.

Pra finalizar, não tem o que falar do Ruben, artilheiro da libertadores com um time que só manda bola quadrada pra ele. Se tivermos mais qualidade no meio, ele irá se sobressair.

Desculpe o textão, mas se analisarmos friamente, não tem porque reclamar. O time é sim limitado, no banco não há grandes opções. Mas isso não é demérito. Estamos nos estruturando, jogar esse tipo de competição só nos deixará mais “cascudos” e são nas derrotas que aprendemos.

Não acho que seremos campeões da copa do brasil, mas torço para que isso aconteça.



Últimas Notícias

Notícias

Sem tempo a perder

Depois da derrota pela partida de ida pelas semi-finais da Copa do Brasil, o Athletico junta os cacos e se prepara para voltar a atuar…