13 ago 2019 - 11h39

Grêmio vive fase instável antes do confronto pela Copa do Brasil

A equipe do Grêmio está vivendo um momento de pressão grande por resultados. Vem de sequência ruim no Campeonato Brasileiro e amarga a 14ª posição. Perdeu os últimos dois jogos, sofrendo seis gols, sendo três para o time da Chapecoense (que está na ZR), no empate por 3×3 na Arena do Grêmio.

O setor defensivo que poderia ser considerado um dos destaques da equipe gaúcha, passa a ser questionado com esses últimos resultados. Nos 14 jogos anteriores à essa derrota para a Chape, o Grêmio sofreu apenas 6 gols. Mesmo número de gols sofridos nos dois jogos mais recentes.

Desde o início da temporada o Grêmio passa por altos e baixos. O início de temporada foi muito boa no Campeonato Gaúcho, porém sem adversários que pudessem testar o time efetivamente. Já na fase de grupos da Libertadores, o Grêmio foi mal e conseguiu passar para as oitavas apenas vencendo na última rodada, em um grupo em que era o favorito. No Campeonato Brasileiro, oscilou também. Muitos irão se lembrar daquela emocionante derrota do time gaúcho por 4×5 para o Fluminense após abrir três a zero. Na Copa do Brasil, empatou em casa contra o Bahia e venceu fora quase no final do jogo.

O fato é que neste ano, o Grêmio não demonstrou o mesmo futebol que já demonstrou em anos anteriores. Óbvio que é uma equipe sempre perigosa, tem um grande elenco/treinador e sabe jogar competições eliminatórias. Porém, essas oscilações demonstram instabilidade na equipe gaúcha. E o vento está soprando a favor do Furacão.



Últimas Notícias

Brasileiro

Furacão segue subindo

Neste domingo, o Athletico recebeu o Botafogo na Arena da Baixada e garantiu mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. O placar de 1 a 0,…