16 set 2019 - 20h57

Furacão fecha primeiro turno do Brasileiro na 11ª colocação

Na última rodada o Athletico foi derrotado em casa para o Avaí, essa foi a última partida do Furacão no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O rubro-negro ocupa a 11ª colocação com 26 pontos, uma campanha que está um pouco abaixo do esperado pelo torcedor, já que o clube está a 6 pontos de distância do G6 (grupo de classificação para a Copa Libertadores).

Estatísticas

Os números do Furacão não são ruins, a equipe possui o 5º melhor ataque da competição com 25 gols marcados, empatado com o Internacional. Já sua defesa é a 7ª melhor com 19 gols sofridos, ao lado de Santos e Botafogo.

A campanha como mandante não está tão boa como nos últimos anos, apenas a 7ª melhor do campeonato, porém ela é responsável por 70% dos pontos conquistados pela equipe. Como visitante o rubro-negro está na 11ª colocação, conseguiu apenas 2 vitórias, 2 empates e sofreu 6 derrotas. Comparando com o último Brasileirão pode-se considerar uma evolução, já que em 2018, o Athletico conseguiu apenas 2 vitórias fora de casa no campeonato inteiro.

Projeção para o 2º turno

Mesmo que esse desempenho não seja tão animador, o torcedor atleticano tem alguns motivos para ficar confiante para a etapa final do campeonato. O principal desses motivos é o fato de o Athletico ter disputado 7 das 19 partidas com sua equipe reserva, devido aos confrontos decisivos na Copa Libertadores e na Copa do Brasil. O aproveitamento da equipe quando não contou com os titulares é de 23%, equivalente ao do Avaí, lanterna da competição.

A partir da primeira rodada do segundo turno, o Athletico disputará apenas essa competição pelo resto do ano, então poderá contar com sua força máxima em todas as partidas. Os titulares do rubro-negro possuem um aproveitamento de 58% nas 12 partidas que disputaram, o que hoje equivale a um aproveitamento de G4.

Outro motivo que dá confiança para o torcedor é quando se compara a campanha desse ano com a do ano passado. Em 2018, o Furacão fez um péssimo primeiro turno, terminou os seus 19 primeiros jogos com apenas 21 pontos, beirando a zona de rebaixamento, e mesmo assim brigou pelo G6 até a última rodada, terminando o ano com 57 pontos, apenas 2 pontos atrás do sexto colocado, porém com sua vaga na Libertadores garantida pelo título da Sul-Americana.

O Athletico tem totais condições de brigar por uma vaga na principal competição das Américas via Campeonato Brasileiro. Ainda mais assumindo a possibilidade de que o G6 pode virar até G9, caso os campeões da Sul-Americana e Libertadores sejam brasileiros e estejam nas primeiras colocações. Porém o torcedor atleticano espera muito que a vaga para a Copa Libertadores da América de 2020 já venha nessa próxima quarta-feira, junto com o título inédito da Copa do Brasil.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Vamos nos ligar

Existe um rumor nos corredores das rádios piões de que o Tiago Nunes está sendo sondado pelo Internacional para substituir o atual técnico depois da…