O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
19 set 2019 - 16h57

Esse título é nosso! Com raça, ganhamos, mais uma taça!

Ontem, o dia mal começou e todo mundo só falava na final da Copa do Brasil entre Athletico e Internacional. De tudo se ouvia, mas a certeza do título por nós atleticanos era ouvida em todos os cantos da cidade, ninguém sequer comentou da minima possibilidade de não sermos os Campeões. Assim a hora do jogo foi se aproximando, não sem antes, alguns bairros de Curitiba sofrerem por uma forte chuva de granizo que caiu sobre a cidade. Passado o grande susto, os torcedores foram se reuniram e se concentrando a espera do grande jogo.

No início da partida levamos alguns sustos, pois o Furacão não conseguia imprimir o seu ritmo de jogo, até que, em uma arrancada para o ataque, em uma jogada mais aguda, o grande Marco Ruben fez o certo, cruzou para trás, rasteiro e a bola foi encontrar Léo Cittadini que fechava pelo meio, que se livrou da zaga colorada e na saída do goleiro deu um tapa na bola e a fez morrer nos fundos da rede do Internacional. Com a vantagem do rubro negro o Inter se atirou desordenado para o ataque e após um escanteio, num bate rebate na pequena área atleticana Nico Lopez mandou para as redes. Empate colorado, fim do primeiro tempo. Já no início do segundo tempo o Athletico dava mostras de que o jogo ficaria a seu feitio. E não deu outra.

Bruno Guimarães passou a controlar melhor o jogo e Wellington destruia com facilidade as tentativas frustradas do Inter. Sem esquecer do melhor da zaga Robson Bambu, que anulou o centroavante Guerrero do Inter. O Atlhetico, enfim, se arrumou em campo e o Inter não incomodou mais, a não ser com algumas escapadas esporádicas. Tiago Nunes acertou nas substituições. Sacou Khelvin e colocou Marlos. Tirou Leo Cittadini que cedeu lugar a Lucho Gonzalez e pôs em campo Marcelo no lugar de Marco Ruben (que havia contribuído com o passe para o gol de Citadini). Já nos acréscimos e com o Inter já batido em campo, veio o lance mais sensacional da partida.

Marcelo foi lançado pela esquerda, nas costas da zaga gaúcha e foram em seu combate os jogadores Edenilson e Rafael Sóbis o avantge atleticano levou a bola próximo da linda de fundo e de costas para os jogadores do Inter tocoui a bola entre as pernas do Edenilson e foi buscá-la do outro lado foi um drible sensacional que deixou parados os jogadores colorados. O meia avançou e num drible genial sobre Lindoso que perdeu o rumo ajeitou a bola para Roni que se aproximava em velocidade. Roni estufou as redes adversárias, fazendo o gol da vitória atleticana. Athletico Campeão do Brasil de 2019, deixando para trás Flamengo, Grêmio e Inter. Canta torcedor atleticano. Nós merecemos! Parabéns a todos!



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…