O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
27 set 2019 - 16h34

Sem MCP, como ficará o CAP?

Li nos jornais locais que o senhor Mário Celso Petráglia foi transferido para um hospital em São Paulo, devido à complicações pós operatórias. E acredito que todos os athléticanos, também devem estar preocupados, não só pela saúde de uma figura athléticana sem igual na história do clube, mas, pelo futuro do CAP sem a sua presença.

Ele foi o Presidente mais controverso que eu soube que ocorreu no clube, depois de 1995, o Club Athlético Paranaense foi uma verdadeira Fênix. Saiu das cinzas e se reergueu na batuta do MCP até chegar as conquistas que antes de 1995 seria somente um sonho na cabeça dos athléticanos. Já somos campeões brasileiros duas vezes, Campeonato Brasileiro de 2001 e Copa do Brasil 2019, também conquistamos à América do Sul em uma de suas competições, à Sulamericana 2018, fora que já chegamos a uma final de Libertadores em 2005 e um final de Copa do Brasil em 2016. Fora que apesar de muitos não entenderem e não terem a visão que ele tem, o criticávamos por ele usar grupos de jogadores da base para disputar o Campeonato Paranaense, que após algumas participações que não nos retornou troféu, mas, também, não nos fez passar vergonha, em 2018 e 2019 conquistamos o campeonato estadual em cima dos nossos “rivais locais” ou como ele mesmo disse um dia, “nossos ex-rivais”.

Isso tudo foi fruto de uma dedicação ao clube por exatamente 24 anos praticamente consecutivos. Não conheço e nem tenho notícia que o clube teve um dirigente igual a ele. Vão falar do Cabral, mas acho que o MCP é um ícone da Nação Athléticana.

E assim, como será o CAP, caso o Petráglia não possa mais o comandar. Já ouvi várias vezes que éramos um clube com dono, mas os que não tem donos, estão aonde hoje no cenário nacional e local. Em um verdadeiro ostracismo e uma gigantesca inveja do CAP.

Agora que às notícias informam que a situação dele pode ser delicada, já que foi transferido para São Paulo para tratar as “complicações operatórias” como noticiado, acho que o MCP poderá se aposentar. O que ele fez pelo CAP foi muito além que todos nós esperávamos. E neste momento espero sua plena recuperação e o poder quem sabe encontrar na Arena como torcedor, já que este patrimônio que ele está deixando neste momento, tenha alguém a sua altura para poder continuar com sua administração e saber ser forte nos momentos de crise que poderá ocorrer dentro do clube.

Fui crítico dele, quando eu discordava de algo, mas nunca fui desrespeitoso. E neste momento, que o seu exemplo de athléticanismo seja seguido pelos seus sucessores, caso ocorra um afastamento dele, para tratar sua saúde e a recuperá-la.

Saúde Petráglia, você sem dúvida é a personalidade athléticana, mas controversa e admirada com um verdadeiro gestor de um clube de futebol que foi da penúria da pobreza do passado à grandeza de hoje.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Vamos nos ligar

Existe um rumor nos corredores das rádios piões de que o Tiago Nunes está sendo sondado pelo Internacional para substituir o atual técnico depois da…