5 out 2019 - 22h38

Em reestreia de General, Furacão é eficiente, frustra mais de 38 mil torcedores e derrota o Bahia fora de casa

Em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, Furacão foi preciso nas oportunidades que teve no segundo tempo. Bahia ainda pressionou, mas os mandantes não conseguiram chegar ao empate.

Depois de entrar no G-6, a missão do Bahia é permanecer no grupo de equipes que se classificam para a Libertadores. Já classificado para competição internacional de 2020, o Furacão almeja melhorar sua posição na tabela de classificação.

Tiago Nunes não pôde contar com o atacante Marco Ruben (liberado por problemas particulares); Jonathan, Lucas Halter, Pedro Henrique e Bambu (departamento médico); Bruno Nazário (transição); Camacho (suspensão por doping). Lucas Halter sentiu a coxa durante a semana e também foi desfalque. A grande novidade do jogo de hoje foi a volta do General – o zagueiro Thiago Heleno retornou aos gramados após cumprir suspensão de seis meses.

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

Logo aos 5 minutos, o Athletico teve uma baixa: com dores no joelho esquerdo, Nikão foi atendido após lance com Gregore. Thonny Anderson precisou substituí-lo.

Lucho chegou com perigo à meta tricolor, aos 11 minutos. A bola passou raspando a trave após forte chute da intermediária.

Athletico chegou novamente com perigo pelo lado esquerdo, com Cirino, aos 17 minutos. Após bate e rebate, atacante fez falta em Nino Paraíba.

Aos 24 minutos, Gilberto recebeu cruzamento da esquerda e cabeceou para tranquila defesa de Santos.

Márcio Azevedo cruzou da esquerda, aos 28 minutos, e Thonny Anderson cabeceou. Douglas defendeu.

O Bahia chegou com perigo aos 34 minutos. Após cruzamento de Artur, da direita, Gilberto mergulhou e mandou de cabeça na trave.

No minuto seguinte, Élber fez jogada individual, entrou na área e cruzou para Gilberto que perto da marca de pênalti chutou por cima do travessão. Foi a última chance do primeiro tempo.

2º Tempo

O tricolor baiano iniciou a segunda etapa na pressão. Após jogada individual de Élber, a bola sobrou para Gilberto mandar uma bomba na trave, aos 10 minutos.

Mas foi o Furacão que abriu o marcador no minuto seguinte. Escanteio cobrado, Thonny Anderson desviou e Cirino cabeceou para o gol. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar. Foi o 50° gol de Marcelo com o manto rubro-negro!

Aos 16, após cobrança de falta, Santos espalmou a bola de Lucca e Nino Paraíba chutou na trave. Arbitragem marcou impedimento do lateral.

O Athletico aproveitou o bom momento do jogo e ampliou o marcador aos 19 minutos. Thonny Anderson bateu cruzado e Cittadini completou para as redes! 2 a 0.

Aos 31 minutos, o ex-atacante rubro-negro Fernandão, após cruzamento de Nino Paraíba, escorou para o gol, diminuindo a vantagem do Furacão.

Dois minutos depois, Cittadini aproveitou rebote de escanteio e chutou forte para boa defesa de Douglas.

A última chance aguda da partida foi do Athletico. Aos 39 minutos, após saída de bola errada do Bahia, a bola sobrou para Rony chutar cruzado. Douglas espalmou.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro 2019 – 05/10/19 – Bahia 1 x 2 Athletico

Local: Arena Fonte Nova;

Árbitro: Raphael Claus (SP);

Horário: 19h00;

Cartões amarelos: Bruno Guimarães, Madson e Adriano (CAP); Guerra e Fernandão (BAH).

Cartões vermelhos: não houve;

Gols: Cirino (11’ 2T), Cittadini (19’ 2T) e Fernandão (31’ 2T).

Athletico: Santos; Madson, Thiago Heleno (Adriano), Léo Pereira e Márcio Azevedo; Lucho (Erick), Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão (Thonny Anderson), Rony e Marcelo; TC: Tiago Nunes.

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Guerra (Lucca) e Flávio (Fernandão); Élber, Artur (Arthur Caíke) e Gilberto; TC: Roger Machado.

Próximo confronto

O Furacão volta a campo na próxima quinta-feira (19h15), contra o Corinthians, novamente fora de casa, pela 24ª rodada do Brasileirão.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Vamos nos ligar

Existe um rumor nos corredores das rádios piões de que o Tiago Nunes está sendo sondado pelo Internacional para substituir o atual técnico depois da…