1 nov 2019 - 2h35

Furacão empata com Internacional e se mantém invicto contra os colorados durante a temporada

Em jogo bastante pegado, com certo clima de revanche por parte dos colorados, o Athletico empatou com o Internacional no Rio Grande do Sul e se mantém a 3 pontos do G6. O time gaúcho conseguiu sair na frente, mas cedeu o empate ainda no primeiro tempo. O jogo foi cercado de diversos lances polêmicos e interferências do árbitro de vídeo.

Primeiro Tempo

O Athletico começou mais ofensivo, atacando principalmente nas bolas aéreas cruzadas por Adriano. Porém foi o Internacional que abriu o placar. Aos 11 minutos, a zaga do Athletico falha e Guerrero acerta um ótimo passe para Lindoso que sai na cara de Santos. O jogador encobriu o goleiro, abrindo o placar no estádio Beira-Rio. O lance foi verificado pelo VAR e confirmado, após alguma demora.

O gol deixou o Athletico mais alerta no jogo e o time começou a se soltar mais na partida. O Athletico trabalha mais a posse de bola mas não deixa de fazer lançamentos buscando as pontas. Aos 22 minutos aconteceu o empate. Madson fez uma ótima jogada pela direita, deixando o jogador do Inter no chão e cruzou rasteiro para Rony igualar o marcador.

Pouco depois o Furacão quase vira. Jogada de Rony pela direita, cruzamento rasteiro, mas Ruben não chega na bola. Em seguida outra grande chance. Rony arrancou pelo meio e deu um passe primoroso para Nikão que saiu na frente do goleiro, livre. Ele tocou na saída mas o chute saiu muito fraco.

Aos 30 minutos, o árbitro distribui cartões amarelos para Wellington e D’Alessandro. Os jogadores estavam discutindo muito durante alguns lances e o árbitro já estava começando a perder o controle da partida. Com a punição, o volante rubro-negro fica fora da próxima partida do Furacão.

O jogo seguia equilibrado e disputado, com chances para os dois lados. Jogada do Inter para Guerrero dentro da área, bola prensada que passa rente à trave. Athletico sai em velocidade pela direita, Nikão domina e chuta forte de fora da área para ótima defesa de Lomba.

Segundo Tempo

O Athletico voltou para a segunda etapa com Márcio Azevedo no lugar de Adriano. Substituição acabou gerando impacto negativo no rendimento do time.

Partida seguia bastante disputada pelos dois times. O Inter começou agredindo. D’Alessandro viu Santos adiantado e chutou de fora da área, por cobertura e a bola beliscou o travessão. O Athletico revidou com ótimo contra-ataque pouco tempo depois. Wellington toca para Rony que é travado na hora de finalizar.

Aos 30 minutos sai Marco Ruben e entra Marcelo Cirino. No Inter, entra Nico López no lugar de Guilherme Parede.

Na sequência, em cruzamento do time gaúcho, Nico chuta em cima de Márcio Azevedo que tenta esconder o braço. O VAR novamente é acionado e o pênalti é assinalado. Guerrero vai para a cobrança e o goleiro Santos faz ótima defesa, espalmando a bola para escanteio. Na cobrança, a bola rebate e sobra na área para Guerrero que empurra para as redes. Porém o lance é novamente verificado pelo VAR que anula o gol. Nico López que pegou o rebote, voltava da posição de impedimento.

O jogo seguiu mais calmo. Inter já desolado com mais um insucesso diante do Furacão e Athletico confortável com o empate. Porém ainda deu tempo de ocorrer um lance curioso quase ao final da partida.

Devido às interferências do árbitro de vídeo houve um acréscimo de 9 minutos no segunto tempo. E aos 53 minutos ocorreu a grande chance de virada do Furacão. Um gol que seria épico devido à semelhança com o segundo gol do jogo da final da Copa do Brasil. Os mesmos jogadores envolvidos: Marcelo Cirino e Rony. Porém inverteram as funções dessa vez. Rony deu o passe e Marcelo finalizou, só que pegou errado na bola. O lance aconteceu muito parecido com o outro: na mesma posição do campo, no mesmo momento da partida, tudo igual. Pena que não aconteceu.

Fim de jogo. Empate. 1×1.

Invencibilidade contra colorados na temporada e próximo confronto

O Athletico está invicto contra o time do Internacional na temporada. Nos quatro jogos disputados, são três vitórias e um empate.

O próximo jogo é contra o CSA, na Arena da Baixada, domingo, 03/11 às 18 horas.

 



Últimas Notícias

Notícias

Valeu, menino Rony!

Os olhos marejados não me deixavam apreciar o momento. A explosão em uma das maiores conquistas que já vivi, me faziam apenas ouvir um nome:…