7 nov 2019 - 16h13

Presidente do Corinthians critica Petraglia e revela que tentou contratar Abner Vinícius

O presidente do Corinthians, Andres Sanchez, disse que a nota oficial do Athletico no caso do Tiago Nunes foi infeliz. Ele também criticou a postura de Mario Celso Petraglia em negociações.

Na nota oficial, o Athletico reclama da conduta do Corinthians de ter tratado diretamente com Nunes, sem comunicar a direção. Andres rebateu, lembrando de casos em que o Furacão fez algo semelhante, contratando Léo Cittadini e Robson Bambu sem negociar com o Santos.

Ele negou que o Corinthians já tenha contratado Tiago Nunes, mas por outro lado disse que isso “faz parte do futebol”

Abner

Na declaração, Andres revelou que o Corinthians estava interessado no lateral-esquerda Abner Vinícius. O Furacão contratou a revelação da Ponte Preta pelo maior valor já pago em sua história. Segundo Andres, o Corinthians já havia “contratado” o jogador e foi atravessado pelo Rubro-Negro.

“O Corinthians tinha contratado o Abner, ele sabia disso e foi lá e pagou a multa. Diga-se de passagem, é o empresário do Paulo André, né? Tudo junto ali”, acusou.

Felipe Tigrão

O presidente do Corinthians também afirmou que representantes do Furacão procuraram o técnico Felipe Conceição, o Tigrão, técnico do América.

Negócios à parte

Apesar das declarações, Andres Sanchez garantiu que essas rusgas não interferem nas negociações de jogadores entre os clubes. Camacho e Pedro Henrique estão emprestados até o final do ano.

“Em hipótese alguma. [A relação entre os dois clubes] é muito boa. O que for bom para o Corinthians e bom para o Athletico, não tem problema nenhum. Eu só acho que a nota oficial foi infeliz”, concluiu.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…