13 nov 2019 - 10h50

4º lugar: um objetivo possível?

O Athletico pode terminar o Campeonato Brasileiro em quarto lugar, atrás apenas de Flamengo, Palmeiras e Santos. Este é o objetivo mais viável do Furacão para a reta final da competição.

O título é impossível. A pontuação atual do Flamengo (77) já é inalcançável pelo Athletico, que na melhor das hipóteses chegará a 68. Na prática, a classificação final tem pouca relevância. O clube já tem vaga garantida na fase de grupos da Libertadores da América 2020 em razão do título da Copa do Brasil.

No discurso, os jogadores e comissão técnica revelaram que a meta interna é terminar entre os seis primeiros. “A equipe colocou uma meta muito clara que é estar no G6. Primeira meta é voltar a esse espaço que acreditamos que temos competência e possibilidade de ali estar”, declarou o técnico interno Eduardo Barros.

É possível sonhar mais alto

Se o titulo é impossível e o G6 parece factível (o clube ocupa atualmente a sexta colocação), o que resta de desafio aos atleticanos? Matematicamente, a equipe tem chance de atingir a 2ª colocação. Mas estatisticamente, as chances de ultrapassar Santos e Palmeiras são muito reduzidas.

Portanto, o campeonato que resta ao Athletico nas últimas seis rodadas é a quarta colocação – hoje, a seis pontos de distância.

Recompensas

Há uma vantagem financeira na melhor colocação. Confira a premiação da CBF pela posição do clube ao final do campeonato

  • 4º lugar – R$ 28 milhões
  • 5º lugar – 26,4 milhões
  • 6º lugar – R$ 24,75 milhões

Além disso, há uma importância técnica e histórica. O Furacão busca a sua quinta melhor campanha em todos os tempos de Campeonato Brasileiro. Confira os melhores desempenhos até o momento:

  1. Campeão: 2001
  2. 2º lugar: 2004
  3. 3º lugar: 2013
  4. 3º lugar: 1983
  5. 5º lugar: 2010
  6. 6º lugar: 2016
  7. 6º lugar: 2005
  8. 7º lugar: 2018

Resultados a serem buscados

Para ultrapassar São Paulo e Grêmio, o Rubro-Negro precisaria de um aproveitamento alto nos últimos jogos. Teria de vencer pelo menos 4 dos 6 jogos, contando com tropeços dos adversários diretos.

A missão é difícil, mas não impossível. Seria preciso manter o foco e a vontade de disputar, algo que acaba afetando equipes que não têm objetivos a atingir – vale lembrar que os adversários por posições estão todos lutando por vaga na Libertadores.

Adversários

O grande adversário do Athletico na disputa pelo quarto lugar é o Grêmio. Depois da humilhante derrota por 5 a 0 para o Flamengo na Libertadores, o time de Renato Gaúcho emplacou cinco vitórias consecutivas no Brasileiro. A tabela gremista não é fácil: nas próximas duas rodadas, enfrentará os dois postulantes ao título.

É uma boa oportunidade para o Furacão reduzir a diferença, que hoje é de seis pontos, até o confronto direto daqui a 15 dias. No dia 27/11, quarta-feira, Athletico e Grêmio duelam na Arena da Baixada. Esse pode ser o jogo fundamental para a definição do quarto colocado.

Confira as tabelas dos times que lutam pelas primeiras colocações do Brasileirão:

Athletico

  • Athletico x Botafogo
  • Atlético Mineiro x Athletico
  • Athletico x Grêmio
  • Ceará x Athletico
  • Athletico x Santos
  • Avaí x Athletico

Grêmio

  • Grêmio x Flamengo
  • Palmeiras x Grêmio
  • Athletico x Grêmio
  • Grêmio x São Paulo
  • Grêmio x Cruzeiro
  • Goiás x Grêmio

São Paulo

  • Santos x São Paulo
  • Ceará x São Paulo
  • São Paulo x Vasco
  • Grêmio x São Paulo
  • São Paulo x Internacional
  • CSA x São Paulo

Internacional

  • Corinthians x Internacional
  • Internacional x Fortaleza
  • Internacional x Goiás
  • Botafogo x Internacional
  • São Paulo x Internacional
  • Internacional x Atlético Mineiro

Corinthians

  • Corinthians x Internacional
  • Botafogo x Corinthians
  • Corinthians x Avaí
  • Atlético Mineiro x Corinthians
  • Ceará x Corinthians
  • Corinthians x Fluminense


Últimas Notícias

Notícias

De novo a dupla Fla x Flu

Há jogos que mesmo não sendo decisivos acabam sendo marcantes. Lógico que uma final, uma partida que valha vaga para uma fase aguda de uma…

Notícias

Adeus, professor Vadão

Hoje (25) à tarde faleceu Oswaldo Alvarez, o Vadão, que estava internado tratando um câncer no fígado. A notícia vem logo após um domingo nostálgico…

Memória

2002 COM MUITA PAZ

Na tarde do dia 23 de Dezembro de 2001, o Furacão conquistava o seu primeiro título nacional! A partida final, em São Caetano do Sul,…