14 nov 2019 - 3h12

A Família Furacão veio pra ficar!

Há quase um ano, mais precisamente dia 11 de dezembro de 2018, às vésperas da decisão da Copa Sul-Americana, o Athletico fez o anúncio de uma grande transformação que aconteceria no Clube. Muitas coisas iriam ser alteradas, inclusive a identidade visual: grafia do nome (de “Atlético” para “Athletico”), escudo, uniformes e até uma fonte específica para o Clube foi desenhada. Além de tudo isso, outra grande novidade: foi apresentada a “Família Furacão”, representados na figura de um homem, uma mulher, duas crianças (uma menina e um menino) e um cachorro, o Fura-Cão.

A reação da torcida foi de quase absoluta aversão às mudanças propostas. Na hora do desapego a algo que o apaixonado pelo Clube já está habituado, o amor à memória do passado sempre falará mais alto. É o que costuma acontecer quando o processo de mudança é forçado. Foi necessário algum tempo para que as mudanças fossem sendo, pouco a pouco, digeridas pelos atleticanos. A nova grafia foi a primeira a ser aceita pela maioria, devido à desconexão provocada em relação ao time mineiro. Em seguida, o novo escudo. O único diferenciado em relação à formato no país. Por último, a camisa e os uniformes. Esse foi um longo processo que foi acontecendo apenas durante a temporada e muito com a ajuda do time e suas vitórias em campo. Faltava a “Família Furacão”, que já estava até esquecida por muitos, inclusive deixada de lado pelo próprio Clube, após fortíssima rejeição logo após o lançamento da campanha.

Neste momento, o Departamento de Marketing do Clube agiu de maneira muito estratégica. Está sabendo trabalhar com muita sensibilidade para que a “Família Furacão” seja inserida aos poucos na torcida e, assim, minimizar a possibilidade de rejeição.

A Furacao.com entrou em contato com o Clube para entender melhor a respeito dessas ações e podemos ver que é um mercado que existe muito potencial a ser explorado e que o Athletico está no caminho certo em relação a isso.

Cada um dos mascotes possui uma personalidade específica, uma linguagem própria, para atingir um público-alvo em particular.

O Fura_Cão foi o primeiro perfil criado, é o que mais interage nas redes sociais por enquanto e o que mais diverte o público. É o típico mascote. Sempre descontraído, extremamente ligado na torcida, comediante, humorístico, ligado também ao público infantil. Sempre antenado ao cotidiano do Clube.

O Piá Furacão tem uma persona próxima aos 17 anos de idade, possui uma linguagem voltada ao público gamer. A intenção do perfil é alcançar os millennials. Existe também a intenção futura de fortalecer cenário de e-games na Arena da Baixada, sediando eventos desse tipo, além da possibilidade da criação do time Athletico em eventos de games eletrônicos.

A Guria Furacão ainda está em fase inicial de lançamento, por isso pouco divulgada até o momento. Tem um perfil mais rebelde, engajada e envolvida com causas sociais, assuntos como “mulheres dentro do estádio”, “estádio lugar para todos”, histórias motivantes. Está ligada ao Vento da “Rebeldia”.

O Capitão Furacão e a Capitã Furacão ainda não estão ativos nas redes sociais. Ambos possuem suas personalidades definidas, mas o Clube não começou a trabalhar com esses perfis por enquanto. Vão aguardar os demais mascotes se estabilizarem primeiro, para então, estrategicamente, lançarem os demais perfis.

VISÃO DE NEGÓCIO

O mercado digital é um segmento que está em constante crescimento no mundo todo e a marca Athletico já é muito forte e reconhecida. Imaginar uma grande marca que possui diversas contas digitais, cada uma voltada para um público segmentado, abre um leque imenso para diversas empresas que queiram fazer parcerias com uma empresa grande e respeitável como o Athletico.

Pensando nisso, a Furacao.com questionou o Clube sobre essa perspectiva de mercado e se há alguma negociação em relação à isso.

O Clube afirma que existem conversas em andamento com diversas empresas que já demonstraram interesse em ações conjuntas com os perfis existentes dos mascotes.

Há também conversas avançadas sobre o Fura_Cão. O intuito é que a negociação avance rapidamente para que sejam fechadas parcerias visando trazer mais recursos financeiros através dos mascotes.

Toda a equipe trabalha pra que isso aconteça o mais rápido possível. Está dentro do planejado que os mascotes rentabilizem.

Fura_Cão – Crescendo??

O Fura_Cão nasceu como um desenho, pequeno. Foi criando forma, conteúdo, personalidade, características nas redes sociais. Saiu do digital, do papel e foi parar nas prateleiras da Loja Oficial. O sucesso foi absoluto. Incrível número de vendas. Dificuldade de muitos torcedores em encontrá-lo na loja em determinados momentos.

E a última novidade: O Fura_Cão cresceu de tamanho. O mascote postou nas redes sociais algumas fotos com tamanho maior (cerca de um metro de altura).

A ideia do Clube será disponibilizar o mascote em tamanho maior em áreas de convivência durante os jogos para interação com os torcedores, principalmente o público infantil.

Agora fica a questão: Será possível que no futuro próximo o Fura_Cão poderá se tornar um mascote animado?

Promoção de Ingressos / Fortalecimento das Redes Sociais

No final da tarde de ontem, a “Família Furacão” resolveu entrar de vez nas redes sociais.

Para tanto, adotou uma medida audaciosa. Decidiu atacar justamente a grande causa da maioria das reclamações dos torcedores rubro-negros: o alto valor dos ingressos.

Lançou o #DesafioFamiliaFuracao para ajudar a lotar o estádio, baixando o valor dos ingressos e, ao mesmo tempo, fortalecer suas redes sociais.

Confira a campanha a seguir:



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Um novo Dagoberto

Pelo visto a negociação com Rony está tornando-se ou tornou-se um novo caso Dagoberto. As comparações são evidentes. Os casos são parecidos, devido à rejeição…